Highway to Hell

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Dom 26 Jul 2015, 21:18

Louise estava bastante preocupada com a irmã de Valentina também. Se pudesse, seguiria para ajudar a Presidente da ZBZ para revirar aquele campus inteiro à procura da mocinha. No entanto, o seu coração e sua mente eram de Jeffrey.

Onde estava Jeffrey?

Também colocava nessa pergunta, o estado de Jason e Ethan. Bem como Zachary e a moça que o acompanhava.

Mas sejamos sinceros...Louise estava quase no seu limite por conta de Jeffrey.

A simples hipótese de perde-lo para sempre, já fazia seu coração dilacerar, partir em mil pedaços. Como seria uma vida sem Jeff? Depois de tudo o que eles tinham construído ao longo dos meses!


Louise nunca foi omissa ou indiferente em relação ao sofrimento de Edge com o estado de saúde de Nate, mas nesse instante, ela o entendia um pouco mais.

E não haveria nada que a impediria de chegar até o seu destino.

Louise pegou o Aston Martin de Aaron. Nunca tinha dirigido naquele carro, mas ela gostava da sensação de velocidade, mesmo que não fosse uma perita como Jeff, Randy ou até mesmo Baby. Ela acelerou para que seguissem até o caminho de Boston.


Eles PRECISAVAM encontra-los!

Não dizia nada durante todo o caminho, mantendo o olhar fixo na estrada.

Sua mente tentava trabalhar a seu favor e não contra ela.

Jeffrey estava bem...


Jeffrey ficaria muito bem...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Dom 26 Jul 2015, 22:50

Edge poderia dizer alguma coisa? Poderia

Agora...Edge DEVERIA dizer alguma coisa?

Essa era a pergunta principal que passava pela sua cabeça a medida que o carro se deslocava em velocidade rumo ao local de onde os garotos haviam desaparecido. Alias, essa palavra em especial não era realmente estranha em sua mente. Ele tinha uma grande possibilidade em mente a respeito de pessoas que "desapareciam" naquele local, e esperava que com a partida de Blake aquilo jamais voltaria a acontecer naquela faculdade.

Mas advinhem? Aconteceu!

E não havia uma maneira simples de explicar aquilo.

Se Louise se achava preocupada, imagine se soubesse o que o primo sabe.

Nada tirava da sua mente que não encontrariam absolutamente nada la. Nem sinais de desaparecimento nem nada do tipo. Curioso, ele nunca soube o que acontecia do "lado de fora" quando davam passeios por orfanatos ou corredores imaginários. Alias até hoje nunca soube muito bem ao certo o que estava acontecvendo naquele lugar que mostrava tanto...Sobre passado, presente e futuro.

Poderia estar acontecendo de novo?

Por qual razão?

Em breve saberiam.

Por hora, era melhor ficam em silêncio.

Esperando que tudo iria acabar bem.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Duxhill University em Seg 27 Jul 2015, 09:45

Louise e Edge seguiam sem qualquer tipo de conversa, a mente deles estava ocupada demais agora, Louise estava com o coração apertado, mas estava focada na direção, ela só queria chegar lá e encontrar Jeff.
 
Só queria que fosse fácil assim...
 
Enquanto Edge já imaginava o quanto seria complicado, pois sempre era, sempre não tinha explicação, e novamente o rapaz remetia ao passado e imaginava já ter vivido algo assim. E este parece que seria um erro persistente Edge, pois como sua mãe havia lhe dito. Mas quem poderia te culpar? Tudo que você havia passado e ainda está passando, era impossível não associar.
 
Desta vez...é diferente....
 
Louise então pode avistar o Dodge a estrada, parado ao acostamento. Obvio a ambulância não procurou um Dodge todo apagado ao acostamento, km antes da cena do acidente, ela procurou um acidente, o Dr Marlakey atendendo os feridos.
 
Louise e Edge paravam o carro logo atrás do Dodge e quando desciam, notavam que estava ainda mais escuro do que parecia, teriam que usar as lanternas dos celulares, podiam ver Jeff no banco do motorista, ambas as mãos sobre o volante, e o rosto encostado ao volante, escondido pelos braços, não parecia estar ferido...era como se...
 
Dormisse? Assim como Ethan que tinha a cabeça recostada ao vidro, e os olhos fechados, o peito subindo e descendo, em um sono que parecia ser...relaxante.
 
A moto de Jason estava a frente jogada ao chão, e eles podiam ver caso iluminassem ali com alguma lanterna de celular, Jason deitado ao lado da mesma, na mais completa escuridão, estava....dormindo também.
 

E então...Será que era uma boa ideia acorda-los? Mas seu coração vai te permitir pensar assim, Louise?


Estrada:

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill University
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 162
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2366

http://theotherside.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Seg 27 Jul 2015, 10:34

Breanna não deu importância ao fato de Aaron ignorá-la no Hospital, isso já havia lhe cansado, não ia ficar fugindo dele pra sempre, e parecia agir como uma menina do colegial que havia brigado com alguém que gostava.

Dane-se, aquela situação já tinha extrapolado a paciência dela.

Não queria mais comunicação, beleza.

Ela ficou limitada a ouvir a conversa deles, e sim era bem estranho Vickie não atender o telefonema da irmã, a jovem parecia bem ligada a irmã mais velha, e não era do tipo que parecia esquecer o celular e o outro problema também era grave, os rapazes pareciam ter se metido em outra confusão.

E era bem provável que tal confusão fosse culpa do além.

Ou seja, iam encontrar problemas pra onde estavam indo.

Breanna não falou nada para Louise, a garota já parecia estar preocupada demais, sem a colega falar sobre possibilidades, e as que ela costumava apontar não eram coisas de boa digestão, ainda mais pra um coração apaixonado. Ela era dura demais, e tinha crença em coisas as quais, a maioria preferia ignorar. Apenas torcia pra que o caso não fosse sério.

Acabaram achando o carro que Ethan saiu na missão.

Louise parou o carro atrás da dodge preta que os rapazes tinham usado pra chegar até o local do dito acidente, mas tudo estava desligado, outra coisa perigosa, poderiam ter levado alguma pancada de algum desavisado, mas como usaram o acostamento, tudo bem.

Breanna esperou eles saírem do carro, não parecia haver sinal de acidente, por sorte não.

Não dava pra ver muita coisa, e o ambiente parecia estar mais escuro do que o horário permitia. Breanna logo pegou a mochila que tinha e tirou o celular, começando a iluminar o carro. Edge e Lou devem ter visto Jeff e Ethan num estado de... Sono? Ela procurou o terceiro elemento do grupo, Jason.

Porém, por mais estranho que pareça, eles estavam todos dormindo, e Jason dormia do lado da moto.

- Mas, que droga é essa...? – Foi até o lado do corpo do colega e sacudiu ele devagar, mas não pra acordar, e sim pra ver direito a respiração. Nada. Ele parecia mesmo dormir.

- Será que foram induzidos a dormir...? – E poderiam estar num tipo de sonho lúcido? Ela leu sobre isso, não era um conhecimento bizarro ou sensacional, até mesmo os espíritas sabiam disso e tinham suas teorias. Mas, não ia falar nada sobre o assunto, eles pareciam estar bem, e não havia machucado neles. Ao menos não nada visível.

- Não sei se é bom acordá-los, gente... – Só isso. Nada mais ela ia falar, dizem que não PE bom acordar sonâmbulos, não é? Bem, talvez não fosse o caso deles, mas, poderiam ficar ali até eles acordarem.

- Não é melhor ligar pra Valentina e avisar que os achamos, Edge? – Breanna iluminava perto de Jason, saiu dali e foi ver Ethan e Jeff, mesma coisa, sono pesado, e relaxados. Deuses, onde eles estavam de verdade?

Não fazia ideia do que se passava agora no coração de Louise vendo o namorado naquele estado, dúvida, indecisão, não eram coisas boas pra se sentir, mas tudo sempre parecia ser um teste pra eles. Tudo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Seg 27 Jul 2015, 21:36

Louise acelerava o Aston Martin com os faróis ligados. A noite já se aproximava e a estrada não estava tão iluminada quanto eles esperavam. Sua expressão continuou bastante séria até que ela começou a ver a traseira do dodge no acostamento. Diminuiu a velocidade até ter certeza que eram eles.

- São eles!!

Disse e parou o carro logo atrás do de Jeff.

- Como foi que a ambulância não viu nada de errado?!

Saiu do carro rapidamente e se aproximou com passos firmes e acelerados até ele. Chegou a correr um pouco para chegar logo e ao chegar na janela do motorista, o impacto. Arregalou os olhos ao perceber que eles estavam ali sim!

Mais uma vez: como eles não foram vistos?!

Se Ethan tinha ligado para a emergência, por que não procuraram por ele também?!

Iluminou os rostos deles com a luz do celular e então abriu a porta.

- Jeff...

Disse baixinho com as mãos trêmulas.

Sim, ela sabia que não deveriam acordar um sonambulo, mas estava achando aquilo muito, MUITO estranho. Tombou o corpo do namorado para trás, acomodando-o no banco do motorista e o observou.

Levou o ouvido até o pescoço dele, ouvindo seu coração e aproveitou para desligar o carro também, tirando a chave dali.

- Como isso é possível...? O que deu neles? Eles beberam alguma coisa?!

Olhou para Edge. Ela sinceramente não se lembrava disso.

Afastou-se novamente e também acomodou Ethan.


- Concordo com a Bree, Edge. Ligue para a Val. Nós os encontramos...

Olhou ao redor.


- Só não encontramos Zachary e Diana...

Voltou a se aproximar de Jeff e acariciou o rosto dele.

- Como eu vou acordar você, amor...?


Perguntou baixinho, meneando negativamente e abaixando a cabeça. Esperava que Valentina tivesse alguma teoria. Isso se ela fosse atender ao celular, visto que estava procurando a própria irmã.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Seg 27 Jul 2015, 22:10

Edge seguia logo atrás das garotas. Enquanto as mesmas pareciam apressadas em resgata-lo, ele era mais cauteloso, parecendo querer encontrar algumas respostas que não estariam ali. Estavamos próximo quando Louise identificava Jeff junto aos demais, e ouvia aquelas perguntas. As quais ele não tinha as respostas. Algumas teorias apenas, mas mais uma vez não pareciam adequadas.

Será que eles estavam...

Não fazia diferença.

A velha história de não acordar um sonambulo...O grande problema de sonambulo se trata apenas da confusão criada, um stress. Nada como desenhos animados que é melhor deixar ele cair de um desfiladeiro e sequer pensar em acorda-lo. mas havia certo sentido naquelas palavras...Afinal porque acordar eles, se estavam aparentemente seguros ali? Talvez fosse uma questão de apenas causar mal.

Apesar que Edge acreditava que eles sequer acordariam.

Chamem de "palpite".

Edge apenas discava os números e aguardava, sem falar coisa alguma. Talvez mais preocupado com o que estava acontecendo com aqueles próximos a ele que ele tão pouco parecia saber. Era diferente, os alvos eram diferentes, a história era diferente. Talvez a pagina realmente tivesse virado e a história envolvendo ele havia ficado para trás e se tratava de uma completamente nova, envolvendo novos rostos e novos perigos.

Mas não significava que não faria o possível para proteger a todos.

O celular de Valentina começava a tocar...

E ao menos, ele sabia o que iria dizer.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Duxhill University em Ter 28 Jul 2015, 10:18

Jason, seus olhos se abrem bruscamente, e  seu corpo todo parece toma uma injeção de adrenalina, você ergue seu tronco, e grita como se estivesse em agonia, leva suas mãos a seu pescoço, e é quase como se pudesse senti-lo sangrar.


Você puxa o ar com força, você quer viver....mas na realidade...foi um pesadelo...Você pode ver Louise, Edge e Bree, proximas ao Dodge de Jeff e Ethan, que estão apagados lá dentro.


E nem sinal de Lyssa, Jason...


Um pesadelo, como ela mesmo te disse antes de te "matar"

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill University
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 162
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2366

http://theotherside.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Ter 28 Jul 2015, 10:27

E então o celular de Valentina tocava, era Edge...
 
- Um momento, Vickie...
 
Valentina apanhava o aparelho e de imediato falava com Edge.
 

- Edge....vocês acharam eles?....
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 26
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 504

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 28 Jul 2015, 10:47

Edge falava ao celular:

- Sim, encontramos...Eles parecem bem. Apenas inconscientes. Não vou arriscar acorda-los desnecessariamente. Não entendo como o socorro não conseguir encontra-los se...

E logo se interrompia,Valentina podia ouvir o grita do Jason e Edge falando com o mesmo? -JASON? Calma ae brother, ta tudo sobre controle...Sabe nos dizer o que aconteceu?

Parecia aguardar uma resposta antes de falar mais alguma coisa com Valentina.

Ele até perguntaria da sua irmã Val, mas isso vai ter que esperar um pouco.

Respostas sempre levam bem mais do que esperamos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 28 Jul 2015, 11:07

Mais uma vez Jason tentava ajudar, mas o destino armava contra ele. Sentia a falta do ar... e não podia respirar! Sentia as veias sendo invadidas por brasas... e não podia espantar a dor. Lissandra convulsionava, mas era óbvio... era ela quem estava fazendo aquilo! Ela havia dito... "Vamos todos morrer" e ele seria o primeiro... isso se Jeff, Ethan e Sean não estivesse já mortos! Só havia na mente dele uma saída para aquilo, uma maneira de parar aquilo!

KILL THE BITCH!!!! KILL HER!!!

Jason tirou as mãos de seu pescoço, quase sem vida e avançou no de Lissandra....

***MUNDO REAL***

Edge via que Jason se mexia um pouco e correu para auxiliá-lo. O motoqueiro tinha adormecido meio que sentado, encostado na moto. Jason ainda estava fora de si. O impulso de matar Lis ainda era forte... ou matava e parava aquilo... ou morria. E morrer por aquela garota não era uma opção.
Por pura impulsividade, Jason fez um rápido movimento com os dois braços, agarrando o pescoço do presidente e se levantando junto com ele. Edge não era muito pesado e Jason o ergueu do chão com esforço... os olhos ainda meio que nublados e marejados pelas lágrimas do pesadelo de morte.

O silêncio daquela noite na estrada foi quebrado pelo grito do motoqueiro que, parecia não estar falando com Edge, mas sim com outra pessoa.

Jason: O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO COMIGO, LIS?!?! QUEM DIABOS É VOCÊ?!?!?!

Mas aquilo durou pouco tempo. Logo Jason despertava a consciência, vendo que tudo aquilo havia sido um... pesadelo. Ele soltou Edge e se afastou um pouco, com a mão na cabeça, tentando equilibrar as idéias. Olhava com os olhos entreabertos, como quem aguça a visão, ainda meio curvado.

Jason: Edge... Presidente...? Eu... desculpe, eu... mas que merda tá acontecendo...? Onde estamos...?

Olhava para os lados. Via lá Louise e Breanna, cutucando alguém no carro de Jeff. Ele e Ethan pareciam ainda estar dormindo profundamente. Jason ajudou Edge a se recompor.

Jason: Eu sinto muito por isso...

Gritou para as duas meninas.

Jason: Não! Não acordem eles! Deixem que eles despertem sozinhos! Eles podem estar vivenciando algo que seja importante.

Olhou para Edge.

Jason: Coisas muito estranhas aconteceram... achamos o acidente, eu e Lis nos perdemos dos outros... achei uma caverna pra passarmos a noite. Ela teve uma convulsão e, de repente... ela estava me matando, até que eu... acordei... aqui.

O motoqueiro olhava ao redor, para ver se haviam marcas de derrapagem, mas não havia nenhuma...

Jason: O acidente.... era pra ter sido... bem aqui.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 28 Jul 2015, 11:15

Edge permaneceu quieto diante da cena, bem segundo ele mesmo dissera já vivenciou mais do sobrenatural do que qualquer um deles e pelo jeito conhecia a fundo a maldade humana. Louise estava mais próxima a Jeff, obviamente, tentando descobrir um jeito seguro de acordar o namorado.

Breanna estava mais perto de Jason quando viu aquilo acontecer, contudo, Edge é quem tomou a dianteira e foi ver como o motoqueiro estava, contudo, ele o agarrou pelo pescoço e o ergueu do chão, o rapaz era mesmo forte.

- Mas, que droga...? – Ela andou rápido até o rapaz e tentou colocar as mãos nos braços de Jason, pra ele ver que tinha alguém ali com ele e que não era a tal de Lyz.

- Jason, calma! Respira fundo! Você está bem! SOLTA O EDGE AGORA! – Gritou com ele, olhando pros demais, ela não sabia bem o que fazer, só queria dar certeza pra ele que não estava sozinho, e ficar com a sensação de que não se conseguia respirar era horrível sim, mas surtar e tentar matar outro não ajudava em nada.

Obviamente ele estava tendo um tipo de surto depois de um “sonho”.

- Calma, cara... Então é melhor deixar eles acordarem sozinhos, assim como você. – Falou na esperança de que os outros estivessem dando sinais de que poderiam estar acordando também. Por menos que confiasse em Ethan, não queria o mal dele, e se Jason acordou eles também deveriam acordar.

Tirou as mãos dos braços de Jason, poderia ter levado um empurrão dele, ela cairia como uma folha derrubada da árvore, a força dele perto da dela nem se comparava.

Ao menos era nisso que tinha Esperança.

- Respira fundo, e tenta contar o que aconteceu do momento em que vocês chegaram aqui, até perder eles de vista. Ok? - Breanna agora falava com mais calma, como uma mãe falando pro filho parar e contar o que tinha acontecido no colégio na briga da escola.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 28 Jul 2015, 17:18

Louise estava acariciando o rosto de Jeff quando ouviu Edge conversando com Valentina. Virou um pouco a cabeça na direção do primo e tomou um verdadeiro susto com o surto de Jason. Chegou a bater a cabeça com força no teto do dodge.

- Ouch!!

Saiu massageando a região e deu a volta no carro para tentar acudir os dois.

- Para, Jason!! PARA!!!!

Começou a gritar assim como Breanna, mas a moça conseguiu controlar a reação dele, bem como o próprio Jason caiu em si.

- Ok...Respirem! Todos vocês...

Disse com as mãos meio erguidas.

- Primeiro, Jason...Nós já percebemos que, talvez, acordar vocês de supetão não seja a melhor alternativa de todas. Segundo...Quem é Lys?


Fez uma expressão confusa, olhando para os demais.

- Terceiro...foi apenas um sonho. Não tem nenhuma marca de acidente aqui e nós também não estamos entendendo nada, Jay. Absolutamente nada.


Louise suspirou, deixando os ombros caírem de novo e retornou até o lado de Jeff. Tudo bem, eles não podiam acordar do nada, mas por quanto tempo dormiriam? Aquilo era natural?

- Jeff, o Jason acordou...Cadê você e o Ethan?


Meneou negativamente, mas não deixou a cabeça dentro do carro para não levar outra pancada de novo. Massageou a têmpora e olhou ao redor, ainda perdida com tudo aquilo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 28 Jul 2015, 21:40

[ADENDO]

Edge ainda estava no telefone e apenas estava um pouco...Surpreendido com a reação de Jason. Não, eu ja vi pessoas fazerem coisas muito piores do que acordar "animadas", então isso vai la para o final da lista. Claro que ele logo parece MAIS animado e levanta o presidente como ele se fosse de papel, fazendo com que as garotas gritassem e ele quase derrubasse o celular.

Porque TODO MUNDO QUER ME MATAR NESSA TEMPORADA?

- Wow! Calma ae Jay, pessoa errada, apelido errado! - Antes de prontamente ser largado por Jason, e sorria e mostrava que não era nada, parecendo bem tranquilo com relação ao que havia acontecido: - Relaxa, você não foi o aluno que chegou mais perto de me matar esse ano...Ou esse mes...Nem essa semana.

Os duros fatos da vida.

Edge permanecia no celular, ouvindo Valentina.

Tomara que ela não tenha se assustado demais.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 28 Jul 2015, 23:42

Jay estava atordoado ainda, mesmo sob os gritos de Bree e Louise, ele só soltou Edge quando voltou a sia. Graças a Deus o presidente levava tudo na esportiva. Jay ainda respirava meio arqueado quando olhou pra Edge e deu um meio sorriso do comentário... deixava o clima mais leve.

Jason: Foi mal...

Então as perguntas começaram, principalmente por parte de Louise. Jay caminhou até a Hayabusa e virou o retrovisor, procurando marcas no pescoço.

Jason: Calma aê, ruiva... me dá quinze segundos pra acordar.

NADA!

NENHUMA MARCA!

MAS O SONHO... TÃO REAL!

Ele ajeitou o retrovisor e olhou para o grupo. Foi na direção do carro enquanto respondia às perguntas.

Jason: Lissandra... Lis... Ela é a irmã gêmea de uma garota chamada... Diana! Diana era uma amiga do Zach... estava com ele dentro do carro quando sofreram o acidente e...

Olhou para todos.

MELHOR ORGANIZAR AS IDÉIAS.

Jason: Bom, melhor começar do início... Eu fui o primeiro a chegar. Haviam marcas de derrapagem bem ali e eu sinalizei a moto para que Ethan e Jeff me encontrassem, enquanto fui atrás do acidente. Não teve dificuldade... o carro estava capotado e eu e Jeff conseguimos tirar Zach e Diana, enquanto Ethan atendia Zach, que parecia ter se ferido bastante. Então, chegou um policial... o nome dele era Sean Memphys. Ele veio junto com a irmã dela... Lis. Quando as duas se encontraram, uma espécie de tremor abriu o chão e caímos num rio...

Olhou para o horizonte, como se quisesse achar o rio, o acidente, Lissandra ou qualquer pista...

Jason: Diana caiu de mau jeito numa pedra e quebrou o pescoço. Quando vi, Lissandra ficou tão abalada com a morte da irmã que afundou. Então eu nadei e salvei ela... mas ela se debatia e estava muito pesada. O rio tinha uma correnteza bem forte. Jeff disse que havia visto algo no fundo do rio, então ele, Ethan e Sean foram averiguar, enquanto eu tentava salvar a vida da menina. Quando fomos arrastados por uma boa parte do rio, eu consegui agarrar um galho e subimos... havia uma caverna bem suspeita, mas o rio estava gelado e estava de noite... era isso ou congelar até a morte. Entramos e eu fiz uma fogueira. A garota estava muito abalada e só falava em desistir... que todos morreríamos. Foi quando ouvimos do fundo da caverna uma canção sinistra. Eu teria esperado o amanhecer, mas ela decidiu seguir e eu não ia deixá-la sozinha. Então, ela convulsionou e, quando eu tentei ajudá-la... ela me atacou e rasgou minha garganta.

Jason meio que acocorou no chão, como se estivesse descansando da própria história.

Jason: O resto... vocês vivenciaram agora. Sonho ou não, meninas... foi bem real. E se os outros dois estão sonhando, talvez estivessem presos no mesmo sonho.

Ele se levantou.

Jason: Só tem um jeito de saber se isso tudo foi sonho, ou se teve algum tom de realidade.

Jason pegou seu celular e discou para o departamento de polícia da região.
Enquanto discava, ele explicava aos colegas.

Jason: Eu não cheguei a conhecer acordado o tal policial Memphys. Se ele de fato existir, então talvez tenha sido mais que um sonho...

Se atendesse do outro lado, ele diria.

Jason: Boa noite. Eu gostaria de falar com o policial Memphys, por favor? Sean Memphys? Ele se encontra?

Jason não sabia se rezava para que existisse um Sean Memphys ou não. Botou no viva-voz para que todos ouvissem a resposta.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Qua 29 Jul 2015, 12:07

- Edge, eu encontrei a Vickie, estamos todos indo encontrar você, agora ninguém mais vai ficar sozinho. Temos que montar o quebra-cabeça, e tem que ser juntos, porque parece que Zachary consegue estar em dois lugares ao mesmo tempo. Vickie disse que ligou pra Faith e ele estava com eles, em uma floresta, cabana...enfim vamos nos reunir....não saiam daí, fiquem com eles, e mantenham eles assim....
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 26
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 504

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Duxhill University em Qua 29 Jul 2015, 13:27

O telefone era atendido pela telefonista do local.

- Boa Noite, quem gostaria de falar com o Oficial Memphys?....

(Os outros podem seguir)

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill University
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 162
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2366

http://theotherside.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Qua 29 Jul 2015, 13:39

[ADENDO]

Jason: Jason Traillblazer. Ele se encontra? Se não puder, pode me pedir que ele me ligue nesse número?

Se ele se encontrasse, Jason falaria com ele, senão, daria o seu numero e desligaria o telefone com a telefonista, olhando para os companheiros.
Se existia mesmo um Sean Memphys trabalhando para a polícia do local, então... aquele sonho era bem mais do que um simples sonho.

Jason: O motivo de eu achar que vocês não devem acordá-los é porque Jeff disse que encontrou algo e foi averiguar. Se ele estiver preso no mesmo sonho que eu, então esses sonhos têm um "quê" de realidade. Ele e Ethan podem descobrir algo interessante e acordá-los pode cortar a pista no meio.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Duxhill University em Qui 30 Jul 2015, 14:46

A telefonista logo respondeu.
 
- O oficial Memphys não se encontra no momento, mas eu informo que o senhor ligou.
 
Logo o telefone era desligado.
 
E então Louise podia notar, o rosto de Jeff se mexendo as mãos dela, ele tombava de um lado pro outro, os lábios balbuciavam algo, até que os olhos se abriam de modo quase brusco.
 
- Não!....
 
Ele gritava, e no impulso as mãos já agarravam os ombros da namorada, os olhos verdes ficavam aos dela, arregalados, e demorou um tempo até ele finalmente a reconhece-la.
 
- Louise....
 
Ele dizia e logo os braços envolveram o delicado corpo da namorada, e ele a puxou junto ao peito, ainda sentado ao banco do carro, apertando-a de leve em seus braços, e escondendo um pouco o rosto a seu ombro.
 

- Meu Deus....você está bem.....

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill University
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 162
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2366

http://theotherside.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Qui 30 Jul 2015, 19:46

Edge permanecia em silêncio.

Até porque...Jason falava o suficiente. Ele sabia que Valentina tinha escutado, Jason ja pegava o celular e fazia outra ligação. Edge desligava o seu celular a ponto de ver Troy "despertando". Ele quase avançou ao ver a reação do colega mas logo se deteve ao ver que ele lentamente retornava ao normal, reduzindo ainda mais o número de participantes do time de desmaiados.

Talvez realmente tenha sido uma boa idéia não acordar ninguém:

- Valentina e os outros...Estão vindo. Vamos aguarda-los...

Não se aproximava, afinal de contas Louise conseguiria "cuidar" de Jeff melhor do que ninguém. Limitava-se a ficar por ali, ainda refletindo a respeito da cena diante dele e principalmente a respeito de tudo que Jason havia dito. Eram informações demais e levaria algum tempo até digerir  e realmente entenderem o que estava acontecendo mais uma vez na faculdade...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Qui 30 Jul 2015, 21:21

Jason precisou de quinze segundos para acordar, mas também, quando o fez, começou a falar sem parar, como se tivesse respirado todo o fôlego do mundo para contar aquela história. Quanto tempo será que Louise precisaria para entender tudo aquilo? Mesmo sendo uma mulher inteligente, por assim dizer – não brilhante como outras, mas bem astuta, aquela história era por demais complexa para sua mente.

Mas tudo bem, vamos por partes...

“Lis” – Jason tem o hábito de ficar intimo das pessoas, mesmo aquelas que acabaram de “mata-lo” – era a irmã gêmea de Diana. Louise já “conhecia” Diana porque foi por ela e Zachary que Jeff e os outros tinham corrido até aquele ponto da estrada.

Jason explicava sobre as marcas de derrapagem que não mais existiam.  Louise olhou na direção indicada por ele, mas não conseguiu ver nada. Não havia nada! Ele afirmava com todas as letras que tinha encontrado – antes da chegada de Jeff e Ethan – o carro de Zachary com ele e Diana dentro do carro. Ethan atendeu Zachy e um policial chamado Sean Memphys chegou acompanhado de “Lis”.


A história era crível até esse ponto.

Depois disso...

O chão abrindo, um rio.

Existia um rio ali embaixo?

Onde estavam todas aquelas pessoas mencionadas? E o carro de Zachary?

Nenhuma pista. Nada

Louise trocou um significativo olhar com Breanna e Edge antes de encarar Jason de novo.

Certo, o rapaz ainda estava atordoado.

Alguma coisa tinha feito todos eles caírem num mesmo sonho e agora aquilo se misturava com a realidade. Louise massageou a têmpora e olhou para o interior do carro, vendo que Jeff e Ethan ainda estavam dentro daquele sonho, procurando por respostas.

Voltou a prestar atenção em Jason quando ele mencionou que salvara a garota, levara para uma caverna, fizera uma fogueira e...ela o atacou depois de convulsionar. Por algum motivo, Louise lembrou do proverbio do escorpião que matava o animal amigo porque “essa era a sua natureza”.

Se esses sonhos fossem reais e essa Lissandra realmente existisse, será que eles poderiam confiar nela?

Quem garante que ela estava sob influencia ou agira por vontade própria ao matar Jason? Um arrepio percorreu o corpo de Louise e ela mordeu o lábio inferior, se abraçando.


- Bom. Essa história toda é muito confusa, muito complexa, mas diante de tudo o que estamos passando, nada pode passar batido. Vamos esperar que eles acordem logo também, se eles contarem a mesma coisa que vocês, teremos a nossa resposta também.

Jason ligava para a policia.

Edge ligava e conversava com Valentina.

Louise focou-se em Jeff. Voltou a se curvar, enfiando-se um pouco mais no carro e o observou. Foi mais ou menos nesse instante que ele começou a reagir de modo negativo ao sonho que ele estava tendo. Ele começava a se debater e a murmurar um “Não” até que pulou e acordou.

A ruiva deu um pulo para trás – para a direção do volante, arregalando os olhos e quase batendo a cabeça no teto de novo. Teve os ombros segurados e começou a gritar pelo namorado.


- Jeff!! Jeff!!!

Ele por fim a reconheceu.

- Eu estou aqui... – Sussurrou.

Caiu sentada de lado no colo dele e o abraçou também. Escondeu o rosto em seu pescoço e passou as unhas delicadamente pela nuca dele.

- Eu estou bem, amor! E o que aconteceu com você? Você está bem? Olha...Estamos aqui!

Afastou-se um pouco para encará-lo e acariciou o rosto dele.

- Venha, saia um pouco do carro. Respire...

Puxou de levinho para fora do carro. Talvez ele precisasse de ar.


Ouviu Edge anunciar que Valentina estava à caminho.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Qui 30 Jul 2015, 21:37

- Não...mate...

Ethan sussurrou.

A cabeça dele estava encostada no banco do dodge, tombada para trás. As palavras saíram baixinhas, quase como num espasmo.

Louise já tinha tirado Jeffrey dali quando Ethan arregalou os olhos mel.

Eles estavam avermelhados e, apesar de tudo aquilo ter sido um sonho, ele continuou atordoado. E ele sabia sim que aquilo tinha sido real. De alguma forma. Lembra que ele acreditava, lá no inicio da temporada, na teoria de outros mundos?

Ethan sempre foi um homem crédulo. Já tinha percebido que coisas estranhas e inexplicáveis ocorriam em Duxhill. Afinal, ele procurava sua prima há três anos, mas só agora a história ficou “madura” a ponto dele conseguir algo concreto.

Apenas AGORA as pistas pipocavam, o que alimentava a teoria do simbolismo sobre os dez anos.

Ethan saiu do carro e curvou o corpo, vomitando saliva.

Nem se deu conta que eles tinham companhia. Nem sabia onde estavam. Ele simplesmente vomitou e passou as mãos pelo cabelo de novo. Ficou com o corpo meio curvado – sentado de lado no banco do dodge, com as pernas para a fora. Os cotovelos apoiados nas coxas e as mãos escondendo o rosto. Os olhos ficaram fechados e ele meneava negativamente.


Precisava falar com Valentina.

Precisava muito falar com Valentina.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Sex 31 Jul 2015, 10:14

Breanna permanecia em silêncio olhando todos e ouvindo tudo.

Era algo incrível demais até mesmo pra alguém com a mente aberta como a dela crer ser verdade. Mas, Jason parecia sim ter vivido tudo aquilo pela veracidade de detalhes que ele contava.

Ficou curiosa em saber o que havia acontecido com Ethan e Jeff.

O que teriam ido descobrir?

Ethan acordou logo depois de Jeff, este foi amparado por Louise, que o tirou do carro um pouco pra “pegar um ar”. Deu a volta pelo carro, não olhou pra ele, apenas deixou um lenço no colo de Ethan e saiu de perto, não era nada de mais, só um pouco de solidariedade, mesmo que ele sequer aceitasse isso.

Não olhou pro rapaz, pois, ele não fez menção alguma de que queria ser visto, ainda mais num momento frágil, alguém como Ethan parecia não aceitar demonstrar fraquezas. Respirou fundo, o que fariam agora?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Hope Mitchell em Dom 02 Ago 2015, 12:12

Jeff abraçava Louise com força, envolvendo por completo as costas dela com os fortes braços, e a deixando junto de si, enquanto a respiração voltava ao normal, ela podia sentir o coração acelerado ao peito.
 
Eu estou aqui....


Ela dizia, e ele precisava mesmo ouvir aquilo, e senti-la, sentir o perfume, a mão subia a nuca, sentindo os fios vermelho aos dedos, e logo ele afundava o rosto ao ombro e cabelos de Louise, suspirando fundo.
 
Louise se afastava um pouco e o acalmava, dizendo que estava tudo bem, Jeff suspirou fundo, e passou a mão ao rosto, passando a mesma pelos lábios ressecados, e também pelo queixo.
 
Louise o puxava para sair do carro, e ele logo saia do mesmo, apoiando a mão ao teto do mesmo, abaixava o rosto e suspirava fundo.
 
- Puta que pariu...foi um sonho?....

 
Perguntava quase a si mesmo, e logo erguia o rosto, fitando a todos que estavam ali, Edge dizendo que Valentina estava a caminho.
 
Jeff consentiu em positivo para Edge e logo fitou Ethan, que parecia bem abalado também, assim como Jeff, que até o momento não conseguiu nem arrumar meios de dizer tudo que haviam passado.
 
- Você está bem?....

 
Era a única coisa que conseguia perguntar, direcionado a Ethan, enquanto Bree deixava um lenço com o rapaz.
 
Jeff estendia a mão e pegava a de Louise, envolvendo-a com a dele, e a deixando próxima dele.
 
E ele vai precisar de algum tempo, até conseguir organizar a mente e poder tirar algo pra fora e dividir com vocês.
 
- Cade o Oficial?....

 
Outra pergunta, já que ele estava com eles, e agora nem mais sinal, ele ainda estava sonhando? Mas ele tinha “apagado” antes dele e de Ethan, e logo os olhos verdes de Jeff foram a Jason.
 
- Cade a menina?...
 
Olhava a volta, e agora nem sinal de acidente. De barranco, de rio, QUE PORRA ACONTECEU COM TUDO? FOI SOMENTE UM SONHO?...E PORQUE A CABEÇA ONDE ETHAN LHE DEU UMA TELEFONADA AINDA DOIA?

_________________

Do not take me seriously, take me home ...


Hope ...
avatar
Hope Mitchell

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 26
Cargo : Nenhum
Humor : Hot
Mensagens : 524

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Duxhill University em Dom 02 Ago 2015, 13:06

(Jeff, Lou, Ethan, Edge, Jason, Bree, Val, Aaron, Vickie, Peter, Zachy, Diana. TODOS AQUI)
 
Engraçado....Como os destinos sempre se cruzam.
 
E um sonho dentro de outro sonho, não significa que a realidade não está próxima. Sonhos podem ser avisos, sonhos podem ser premonições.
 
Há 10 anos atrás, Jake sofreu um acidente que o levou a internação no HU, não é isto que todos ali estavam tentando evitar? Mesmo que alguns já tivessem visto acontecer em um sonho dentro de outro? Não foi esta a descoberta que moveu todo aquele grupo para aquele exato momento.?
 
Valentina, Aaron, Vickie e Peter, vinham seguindo para encontrar com o grupo que estava ao acostamento. Jeff, Louise, Ethan, Edge, Bree e Jason. Diana e Zachy vinham seguindo para voltar para Duxhill, para procurar respostas que os sonhos haviam já lhe contado.
 
Não é inevitável o choque? Ou notar que quando vocês brincam com o destino ou tentam altera-lo, ele sempre volta para vocês?...
 
Tsc Tsc....Crianças, sempre crianças.
 
Valentina e os ocupantes do veiculo podiam notar que uma densa neblina começa a tomar a estrada, por tal ligava o farol de neblina, mas mesmo assim ela parecia vir envolver o veiculo como uma nuvem.
 
O mesmo acontecia com no veiculo de D e Z, a neblina também o envolvia, assim como envolveu na visão de antes, quando a “noiva” apareceu, mas eram somente um cervo não?....
 
As pessoas que estavam ao acostamento, viam pouco, porque aquela cortina de fumaça em forma de neblina começava a tomar tudo, os faróis não pareciam mais terem tanto utilidades.
 
E então Z e D podiam presenciar sim a mesma cena, a neblina, e havia algo a frente, eles podiam sentir, eles podem saber, o choque era eminente, assim como fora antes, e todo o pesadelo começou quando Z jogou o carro pro lado, evitando o que estava a frente.
 
Valentina tinha muita dificuldade para ver, até dizia a todos no carro que não estava conseguindo ver nada, e estavam a uma velocidade constante, pois tudo ocorria muito e rápido, diminuir seria brusco e perigoso.
 
Mas quem conta um conto...aumenta um ponto.
 
E Zachary e Diana, era os que melhor conheciam como a história toda começara, por isto...Zachary em um ideia digna do verdadeiro gênio que era.
 
Mudou o destino de todos naquele dia, mudou o destino de todos para não se repetir o mesmo de 10 anos atrás: “Jake” não estava ao volante, e isto mudava tudo, isto alterava todo o espaço-tempo. Isto mexia com toda e qualquer maldade que um Pacto de Sete poderia formar.
 
Isto era muito atrevimento! Isto era um maldito momento de Heroi para o desgraçado da Red Bulll. E foi por isto que Diana te brindou com aquele sorriso Zachary.
 
Porque...
 
- “O destino é o que baralha as cartas, mas nós somos os que jogamos.”
 
Era a frase Diana pra você, enquanto ela afundou o pé ao freio e segurou firme o volante, enquanto o veiculo dançava pra la e pra ca na pista, e ela tentava manter o controle dele. E sim novamente...era..William Shakespeare
 
E você tinha tido uma “Jogada de Mestre” Zachary.
 
Valentina efetuou a mesma ação, ela pisou ao freio assim que notou que iria bater em algo, e as pessoas ao acostamento podiam ouvir o som estridentes dos freios tentando controlar o veiculo.
 
E podiam ver  em meio a neblina, dois faróis muito próximos um do outro, foram cm que os carros pararam um do outro evitando o choque.
 

Estrada:





E sim...Vocês estavam todos reunidos....
 
E Zachary havia evitado o próprio acidente....
 
Mas naquele jogo de cartas marcadas....Havia sempre uma na manga....
 
E quando você engana a morte....Você não vence totalmente....
 
Ela pula....E sempre tem um próximo não?
 

Continua...

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill University
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 162
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2366

http://theotherside.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Dom 02 Ago 2015, 15:33

~Todos no perfil do titio Ethan~


Louise não saiu do lado de seu namorado. Mesmo quando ele saiu do carro e preferiu se apoiar no teto, ela permaneceu seu lado, acariciando o rosto dele e repetindo as doces palavras, quase como um mantra.

- Está tudo bem, amor...Estou aqui...

Abraçou Jeffrey pela lateral e o beijou sua bochecha. Jeffrey xingou e esbravejou o mundo até que perguntou a Jason se aquilo tinha sido um sonho.

Nesse momento, Louise não era a melhor pessoa para explicar tudo. Até porque, ela também estava tentando entender o que estava acontecendo.

- Bom...Não tanto um sonho. Jason ligou para a policia e descobriu que o Oficial existe, mas...Jeff... – Louise chamou a atenção dele. – Não havia nenhum acidente, Oficial ou moça aqui. Vocês estavam apagados na lateral...

O que era aquilo e o que significava, Louise não sabia dizer.

Ethan estava com os cotovelos apoiados e suas coxas e as mãos cobrindo o rosto. No entanto, ele conseguiu perceber a atitude de Breanna. E ela já sabia qual era a reação dele. Ele continuou imóvel, com o lenço em seu colo.

A pergunta que não queria calar era: como diabos ela estava ali? Outro “sonho”?

Não. Havia mais. Conseguia ouvir a voz de Louise e os surtos de Jeffrey. Eles tinham voltado.

Ethan deixou o lenço de lado e levantou-se, caminhando até o grupo. Estava com uma expressão de raríssimos amigos.

Aproximou-se de Jeffrey e Louise, pelo lado que ela não estava e o encarou.

- Foi mal pelo... – Indicou a cabeça. – E eu estou bem, só puto. Mas...

E ele começou a perceber aquela nevoa que os cercava. Louise arregalou os olhos.

- Jeffrey, é igual ao que aconteceu na ponte... – Disse assustada.


- PARA TRÁS!! SAIAM BEIRADA DA PISTA!!!

Ethan começou a gritar com os outros. Empurrou para que Brant saísse daquele lado e fosse protegido atrás do carro e, pelo caminho, puxou Edge e Breanna.
Viu como ele pensa nos outros?!

Todos se esconderam antes da nevoa ficar ainda mais densa. Louise abraçou-se ainda mais ao corpo de Jeffrey. Não demorou para que eles começassem a ouvir o som da derrapagem. Até que não ouviram mais nada.
Pelo menos por hora...

Logo eles começaram a ouvir alguém falando mais alto.

- Lucas...Lucas....LUCAS!!!!

Vickie gritou de dentro do carro, falando ao telefone.

Dentro do carro, minutos atrás...

Aaron dera seu conselho e então prestou uma maior atenção na conversa de Vickie. Ela parecia dar algum conselho também, de modo um tanto quanto mais acalorada. Aaron observou a neblina/nevoa...


E não gostou do que viu.

- Tina, diminua a velocidade...

Quem tinha falado para ele que uma neblina surgira antes de dar alguma merda?

A cabeça dele ainda estava dolorida e ele não conseguia se lembrar exatamente do momento que ouviu isso, mas ele ouviu.

O clima ficou um pouco mais tenso dentro do carro e Vickie falava com um pouco mais de tensão.

Ela pediu para que Lucas se cuidasse.

E ele logo ouviria o som da derrapagem. Vickie não teve tempo de gritar, tampouco Aaron. Não num primeiro momento.

Eles só se seguraram um pouco mais. Aaron queria proteger Valentina e Vickie, mas as duas estavam bem na frente, seriam as primeiras a sofrerem o impacto. Vickie apenas confiou nas habilidades de sua irmã e encarou aquela luz sem nem piscar.

O som que ela ouviu de modo presencial foi um, mas o som que ela ouviu de vidro e ossos estatelando foi outro.

Eles tinham sobrevivido, eles estavam bem.

Então...

- Eu ouvi outra batida... – Ela sussurrou. – Eu ouviu outra batida...Lucas.

Chamou pelo rapaz.

- Lucas...Lucas...LUCAS!!!!

Ela começou a gritar.

- ME RESPONDE!!!! CADE VOCÊ??? Valie...

Olhou desesperada para a irmã.

Aaron saiu do carro, tentando colocar a cabeça em ordem. Eles realmente tinham sobrevivido?

O que...diabos?!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum