Highway to Hell

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Dom 02 Ago 2015, 20:29

Ethan estava abalado com o que quer que tivesse visto enquanto dormiu.

Jeff perguntava de um oficial e de uma menina, mas, não havia nenhuma dos citados ali com eles.

As coisas ficavam cada vez mais confusas, ao menos pra ela, que sabia de partes daquele quebra cabeças, mas chegava a duvidar de que havia alguém que soubesse tudo, eles iam juntando pedaço por pedaço até formar mais e mais desafios e charadas.

Breanna olhava de soslaio pra Jeff e Louise, passando os olhos por Edge e Jason, enquanto a neblina ficava densa, até demais, como se nada ali fosse capaz de dissolvê-la, e começou a ficar incomodada.

Então ela ouve Louise falar sobre a neblina ser como a do acidente deles, o som de carros em algum ponto, os freios queimando asfalto e ela mal tendo reação de fazer alguma coisa, até Ethan a tirar da pista e puxar ela e Edge pro lado.

O coração estava batendo num ritmo forte e rápido, levou as mãos nos cabelos e tampou os ouvidos por alguns segundos, era um tipo de ilusão de ótica, ou realidade alternativa? Não fazia ideia, até que alguém chamava por um nome, chamava por Lucas.

Breanna simplesmente não falou nada, apenas saiu de onde estava e agradeceria a Ethan depois, no momento ele não estava pra este tipo de coisa, e ela mal conseguia ver o restante do grupo devido a densidade da neblina.

Deu alguns passos pro lado, fora da pista e abraçou o próprio corpo.

- Todos estão bem?! – Perguntou num tom de voz alto o suficiente pra quem estivesse perto responder, supondo que todos estariam vivos pra isso.

Breanna quando foi que você se tornou covarde?

Perguntou a si mesma.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Zachary Mateschitz em Seg 03 Ago 2015, 11:28

Zack ainda permanecia tenso.

A visão da casa desaparecendo não era uma das coisas legais de se ter.

Porque colocava tudo em cheque.

Estou realmente aqui?

Estou em mais um sonho?

Ter colocado Dianna para dirigir trazia certo…Alívio, por assim dizer.

- Tenta não correr muito. Sei que parece que o carro reclama, mas… Depois de hoje… - Ele dizia, mantendo o olhar ao acostamento.

Mantinha-se quieto.

Talvez soubesse que tinha algo errado, ainda que sua mente não conseguisse fazer as conexões necessárias para tal.

Mas sentia.

E logo vinha aquela névoa.

Zack acendia os faróis auxiliares, mas não dava para enxergar nada.

Por mais que fosse maluquice, ele de pronto falava – Para o carro no acostamento… Ele é seguro, passamos a noite aqui. Não seria a primeira vez que a gente dorme em um carro.... E ... Essa neblina não é… Natural. Você sabe, não?

Mas não havia tempo de conversar a respeito.

Logo a Diana pisava forte na Veneno.

Zack havia tomado o cuidado de deixar o motor em um perfil mais calmo, além do ABS ligado, assim Diana não corria o risco de se desentender com a rebeldia da Veneno.

E era justamente por isso que ela não derrapava e perdia o controle.

A Veneno grudava no chão, reclamava da parada, mas…Parava, quase colada no outro carro.

O cinto de quatro pontos os segurava com firmeza no banco. O máximo que poderiam sentir, se é que sentiriam algo, era dor no pescoço pela parada repentina.

- Você tá bem? - Ele logo perguntava, olhando para ela rapidamente.

Assim que ela respondesse, ele soltaria o cinto – Espera aqui… Deixa eu ver se é seguro – E desceria.

Defendendo ela?

Não, garantindo minha vingança. DEIXA DE SER CHATO, PORRA!

Aproximava-se do carro lentamente, olhando em volta, afinal, tinha medo de ser atropelado ou algo do tipo.

E logo ouvia… Vickie?

Ela chamava por Lucas.

Aproximava-se do carro, vendo Valentina no volante – Valentina? Está todo mundo bem aí? - Perguntava, conforme aproximava-se da janela do motorista.

Zachary Mateschitz

Nacionalidade : New York, EUA
Idade : 24
Cargo : Calouro
Humor : Incógnita
Mensagens : 375

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Seg 03 Ago 2015, 12:28

Estava faltando algo.

Sempre faltava.

Todas as vezes, eles percebiam tarde demais um detalhe, algum elemento que faltava na equação e que em determinado momento crucial representava uma nova "derrota" deles. Algo que passava completamente despercebido durante o desenrolar dos fatos até o ultimo momento, e mesmo assim parecia claro como o dia mais tarde. Era nisso que Edge estava pensando. Haviam diversas pistas, suspeitos e fatos. Entretanto, aquela sensação que estavam deixando algo passar não saia de sua cabeça.

Porque sempre faltava algo.

Sua atenção foi trazida de volta a realidade pelo som dos pneus freando. Recuando quando Ethan se aproximou daquela forma. A nevoa...Aquioo foi mais um fato manipulado em meio a todo aquele jogo de DUX? Um fato...Evitado? Eles realmente pareciam ter feito algo que em todos os anos Edge jamais acreditou ser possível: Mudar as coisas...Uma vitória completa.

Enquanto os demais se aproximavam do carro de Valentina, ele os seguia ainda pensando no que havia acontecido e em sua reflexão sobre os fatos anteriores. Porque as palavras de sua mãe, que dizia que desta vez era completamente diferente sempre pareciam erradas: Parecia bastante com as outras vezes, o local não era tão "criativo" assim. Um novo acidente...

Impedido.

Ele ouvia a reação de Victorine a medida que se aproximava do carro, próximo a Zach e algo parecia chamar a sua atenção. Falava sem se direcionar para ninguém em especifico: - Ação e consequência...Dux sempre "cobra" um preço"...Uma vida, um acontecimento...Mesmo que você consiga impedi-lo, algo sempre surge em seu lugar.

Terminava olhando em direção de Valentina.

Qual é Val, você é mais esperta e ouviu o que eu disse. Por favor diga que entendeu o que eu quero dizer.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Seg 03 Ago 2015, 20:37

Peter estava longe, muito longe para qualquer reação em relação a neblina. E por mais que os olhos insistissem no acostamento, nas imagens distorcidas pela velocidade, quase como por instinto ou reflexo, Valentina poderia sentir o baque das mãos de Peter golpeando o banco no mesmo instante que o freio fazia o carro gritar.

Era o que daria sustento para que o corpo não se chocasse, era o que o fizera despertar daquele universo paralelo e voltar para o mundo real.

E mal o corpo respondia ao “quase” acidente e já vinha outro elemento: os gritos de Victorine. O que queria dizer com aquele nome? E, de forma tão aflita?

Olhou Aaron e ele parecia bem. Permaneceu silencioso. Segundos depois aparecia Zach e, na sequencia, Edge.

Um segundo grito rompeu o ar, era a voz de uma garota, de Breanna, mas a neblina densa ainda não revelava nem o segundo carro, tampouco o restante do grupo. Peter abriu a porta e desceu. Não mediu o perigo daquilo em se tratando de uma neblina tão sobrenatural.

Na verdade, estava tão disperso que sequer pensou naquele detalhe.

Ele reconhecia Edge, o outro rapaz ainda não encontrara.

- O que foi isso? – ele falou consigo mesmo num tom baixo. Os olhos buscavam o outro carro mas a densidade o impediam de olhar além de alguns passos a sua frente.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 04 Ago 2015, 00:47

Jason observava os dois colegas finalmente acordarem. Louise e Jeff como sempre, protagonizando uma cena de romance que tinha mais açúcar do que um engenho todinho. No seu âmago, Jason se perguntava se ele e Aileen haviam tido todo esse mel e, no fim... é, também já tiveram esses momentos. Na verdade Jason nunca viu dois seres humanos se abraçarem tanto e terem tanto cuidado um com o outro. De qualquer maneira... não era problema dele.

AH, MAS QUE ESSE MEL DE COMEÇO DE NAMORO É GOSTOSO, É, NÉ, PARCEIRO?

CALA A BOCA, REX! NÃO PRECISO DE VOCÊ NESTE TURNO!

Quando uma névoa macabra começou a cercar o local, os jovens viram faróis brilhando na névoa. O pessoal se afastou, mesmo alguns mais desesperados e Jason não foi exceção. Não havia chegado até ali para ser atropelado nesse momento. Além disso, quem poderia ser o imbecil que estaria dirigindo em alta velocidade numa neblina dessas? Era pedir pra ter um acidente...

Logo a figura de Zach se mostrava no ambiente.

PERFEITO! O CARA ACHA QUE PRA DESCOLAR VAGINAS TÊM QUE ARRISCAR A VIDA DOS OUTROS CORRENDO NESSA VELOCIDADE, NO MEIO DO NADA, ONDE SE PODE VER PORRA NENHUMA!

SE PELO MENOS ELE TIVESSE O NOSSO TALENTO PRA ISSO, HEIN, JAY JAY?

CHEGA, REX! SE MANDA!

Então, chega um cara que eu nunca vi na minha frente, mas que vi por uma matéria da Gossip... o tal Peter. A minha vontade é apertar a mão do cara e dizer...

"Hey! Não se preocupe... só dei uns molhadinhos na Aileen, mas não toquei nas bases mais interessantes..."

Mas pra quê dizer isso? Não é culpa do cara namorar com uma safada que gosta de pular a cerca quando ele tá pelo mundo fazendo sei lá o quê, não... pera... é culpa dele sim.

Jason se mantém calado a todo instante. Ele não tem nada útil pra falar. Está apenas pensando e analisando o ambiente... As pessoas viviam reclamando que ele falava demais mesmo... talvez fosse a hora de só escutar e escutar. Até porque, ele nem sabia qual seria o próximo passo... se ele achava que era o destino todos eles estarem ali reunidos? Pode apostar que sim... o destino, mas não uma reles coincidência...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Diana Grayssom em Ter 04 Ago 2015, 11:41

Diana mantinha a atenção a direção, e logo Zachy dizia para ela tentar não correr muito, ela somente consentiu em positivo, sem tirar os olhos da estrada.
 
E sim o carro reclamava, ele queria fazer o que foi projetado pra fazer, Mas Diana o mantinha sob controle, mantenho a velocidade da via.
 
E sim havia sim a impressão de algo estava errado, de algo havia passado despercebido, e que alguns destinos não poderiam ser mudados. E a forma como a névoa começou a cobrir a pista, apenas os alertou ainda mais disto.
 
D ouvia ele dizia para parar no acostamento, que podiam passar a noite no carro, e não era a primeira vez, ela olhou para ele de canto de olhos alguns minutos, e logo voltou os olhos a pista, enquanto sussurrou.
 
- Não dá mais tempo Z....
 
Ela mal dizia isto, e logo o pé ia ao freio de todos os modos, ao avistar algo a frente, onde a batida seria imediata, e sim Z havia pensado em tudo, a forma como ele ajustou o motor foi o que conferiu que ela conseguisse controlar o carro, e ele parou a uma distancia mínima do carro a frente, Diana ainda mantinha as mãos firmes, apertando o volante, enquanto os olhos tentavam ver além da neblina.
 
A voz de Z soou quase longe, mas ela finalmente, deixou as mãos abrirem-se ao volante, e logo caírem ao colo, suspirando fundo, consentiu em positivo, a medida que finalmente o rosto virou-se para ele, ela ajeitou os óculos ao rosto e logo via que Zachy já sair do carro.
 
- Espera....
 
E ele como sempre não ouvia, saia em meio a neblina, para se aproximar do outro carro. Diana ficava dentro do veiculo, os olhos cerravam-se um pouco e seguiam a imagem de Zachy em meio a neblina.
 
- Tem algo faltando....
 
Os gritos da menina somente lhe davam a certeza disto, e logo Diana deu um baixo gemido, e desencostou as costas do banco, levando a mão espalmada até as costas na altura da cintura, uma dor aguda lhe incomodava ali.
 
Será que realmente eles saiam ilesos daqueles...”sonhos”.
 
Os olhos apenas seguiam a cena, das pessoas descendo do carro a frente, ela reconhecia algumas, e certamente havia acontecido algo com alguém, em algum lugar....
 

Circulo vicioso...Quando iria parar?

Diana Grayssom

Nacionalidade : Boston, US
Idade : 25
Cargo : Nenhum.
Humor : Misterio.
Mensagens : 210

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Hope Mitchell em Ter 04 Ago 2015, 11:50

Jeff mantinha os olhos em Louise, enquanto ela explicava que Jason havia ligado pra policia, e o Oficial realmente existia....mas não havia acidente ou Oficial ali, eles somente estavam...”apagados”.
 
Jeff suspirou fundo e levou uma mão a cabeça, sobre os fios curtos, sacudindo a cabeça em negativo, e sussurrou.
 
- Não faz o menor sentido....
 
Era quando Ethan se aproximava e dizia aquilo, Jeff arqueou a sobrancelha e consentiu em positivo.
 
- Esquece isto, precisamos entender que porra que aconteceu....E o que mais tem pra acontecer...
 
Era só dizer isto e vinha a nevoa, Jeff apertou de leve a mão de Louise, e a puxou mais pra ele. Ela lembrava do que havia ocorrido na ponte, deixando claro que havia algo errado ali, os gritos de Ethan, confirmavam, e logo Jeff ia com Louise para trás dos carro, e ficava ali de olhos cerrados tentando ver além da nevoa, o braço envolveu o ombro de Louise, e ele deixou a menina junto dele protegida.
 
- Não podemos dormir, em hipótese alguma feche os olhos....
 
Com certeza, o medo, o temor, de novamente mergulharem em outro daqueles “sonhos” malucos e extremamente perigosos. E então ouvia o som dos freios, e logo os veículos parados um em frente ao outro, a cm de colidirem. Jeff apertou de leve a mão de Louise, chamando sua atenção. A mão livre foi a nuca dela, e os olhos verdes fixaram-se aos da menina.
 
- Não sai daqui...eu vou checar....por favor....
 
E fazia um sinal para Jason e Edge, não deixarem as meninas sairem dali. E pra Louise isto significa, nada de correr atrás do Jason, caso ele resolva salvar outro cara maluco por aí. Logo Jeff soltava a mão de Louise, e ia na direção dos carros, uma das mãos, fechava o punho, exatamente porque já se preparava para derrubar qualquer um que representasse ameaça ao grupo.
 
E então começava a ouvir aqueles gritos, chamando Lucas. Será? O rapaz novo do time?...E agora Zachy aparecia, Aaron, todos começavam a surgir. E QUE PORRA ESTAVA TODO MUNDO ALI?....
 
- O que diabos está acontecendo aqui?
 
Os olhos foram então pra Vickie, que era quem estava gritando.
 
- O que tem o Lucas?
 

Ele é do time, ele é um Omega, como não se preocupar?.

_________________

Do not take me seriously, take me home ...


Hope ...
avatar
Hope Mitchell

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 26
Cargo : Nenhum
Humor : Hot
Mensagens : 524

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Ter 04 Ago 2015, 12:05

Nevoa....
 
Os olhos de Val se abriam mais, e ela encarava Aaron pelo espelho, não deu muito tempo de reduzir, pois a batida já era eminente, ela pisa fundo ao freio, e tenta manter o controle do carro, devido a velocidade estar menos que a do carro a frente, foi possível.
 
Finalmente conseguiam parar o veiculo, ficou encarando os faróis que iluminavam a frente em silencio algum tempo, até que começou a ouvir Vickie. Ela dizia que tinha ouvido outra batida, Valentina tirava as mãos do volante de modo quase brusco, e virava o corpo para a irmã.
 
- Onde?....
 
E ela começava a gritar no celular, falando sem parar aos berros o nome do rapaz, Aaron saia do carro, Vickie se desesperava, a olhava pedindo ajuda, Zachy então surgia.
 
- Zachary!!!
 
Valentina exclamava e logo saia do carro também, os olhos iam a volta, todos estavam ali, e por fim parou os olhos em Zachy.
 
- O que aconteceu....a batida.....
 
Os olhos iam ao carro dele a frente, havia outra pessoa ao volante, e logo o rosto virou-se para Aaron e era Valentina que estava confusa agora, mas precisava acudir a irmã, precisava voltar e ver o que havia acontecido com o rapaz.
 
- Você não estava dirigindo....
 
Ela dizia olhando Zachy como se concluísse algo. E então ela levou a mão ao boca, encobrindo a mesma, e a mão chegou a ficar tremula, ela virou-se a tempo de ouvir Edge, e os olhos azuis fixaram-se ao rapaz, e Valentina preferiu quase como um mantra.
 
- Alguém vai morrer...em algum lugar....alguém de nós.....
 
E me desculpem se a Dra Zelyaeva, não consegue acudir todos no momento, acho que Lucas vai ter que se virar sozinho...
 

Porque se ele não morreu. ALGUÉM VAI.
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 26
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 504

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 04 Ago 2015, 17:59

Victorine realmente não fazia parte do núcleo “pensante” do grupo. Ela era uma pessoa mais de ação do que teorização. E ouvir um de seus amigos, aos poucos, morrer pelo telefone, realmente não era a situação mais agradável do mundo.
Até porque, além da preocupação, o sentimento que a abraçou foi a culpa.

Será que Lucas estaria mais atento se ela não estivesse há tanto tempo falando com ele pelo celular?

Bom, nunca saberemos.

Victorine caiu em prantos no instante que não conseguiu ouvir mais nada. Percebia a movimentação do lado de fora, afinal, ela tinha a visão periférica, mas sua mente estava tão nebulosa quanto aquela nevoa que os cercavam.

Era angustiante não conseguir falar por conta dos soluços.

Todos já tinham saído do carro, deixando Vickie para trás, olhando desamparada para o celular. As mãos trêmulas fizeram o celular cair no chão.

Saiu do carro também, falando com todos e, ao mesmo tempo, com ninguém.

- O Lucas...

Foi a resposta de Vickie quando Valentina lançou a teoria de que alguém morreria.

- Ele estava voltando pra Omega quando...Quando eu ouvi. Foi na mesma hora que o nosso quase aconteceu! O carro do Zachy freou, mas o Lucas foi atropelado por um carro que também devia estar em alta velocidade. Eu não consigo ouvir nada. Oh meu Deus! Ele precisa de ajuda!

E os melhores médicos estavam aqui.

- Por que ainda estamos aqui!?!?

Ela não conseguiu conter a pergunta.

Eles já tinham se achado, afinal!

O peito dela subia e descia e o colar parecia um pouco mais opaco, talvez pela falta de iluminação. Olhou, por fim, para a irmã.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 04 Ago 2015, 18:12

Aaron tinha sido o primeiro a sair do carro e logo se surpreendeu a ver Veneno. Mas o que aquilo significava?!

Aos poucos, outros personagens surgiam em seu campo de visão e a mente dele tentava computar tudo o que havia acontecido até agora.

Zachary e ele tinham ido até a Casa de Jhonas Forrest, que atualmente estava em nome de William Forrest, o irmão reconhecido há poucos anos. Dentro daquela casa, Aaron vivera um dos piores momentos de sua vida, numa espécie de possessão ou apenas despertar de seu lado mais sombrio. Zachy o ajudara ao apaga-lo.

Os eventos do hospital não eram memoráveis. Ele ainda estava sob influencia e havia sido grosseiro com Valentina e Edge, expondo uma versão sua que nem ao menos ele conhecia. Logo eles receberam a informação de que Jeffrey, Ethan, Jason, Diana e Zachary tinham sofrido um acidente.

Mas ninguém estava lá.

Louise e Edge tinham ido na frente com Breanna enquanto ele e Valentina procuravam por Vickie, outra desaparecida. E, de quebra, encontraram Peter.

Eles tinham desparecido, porque não encontraram nenhum acidente, mas agora eles se encontravam com Zachary e Diana dentro da Veneno, chegando.

As perguntas eram inúmeras, as respostas escassas.

À todo tempo eles falavam que alguém morreria.

- Você sofria um acidente hoje, Zachary. Aqui e agora, exatamente como Jake sofrera. Diana foi a sua anomalia, seu transtorno temporal porque...Não era você ao volante. Ela pulou, mas pulou pra quem?

Tic tac.

- Da outra vez, Natalhie devia ter morrido no acidente, mas, felizmente, entrou em coma. Sabemos disso porque sua respectiva morrera assim. E o acidente pulou para Louise e Jeffrey.

Indicou Jeffrey.

Alguém sempre morre...

Mas alguém sempre pensa também...

Olhou para todos os que estavam ali.

E Vickie perguntava o que eles ainda estavam fazendo ali.

Estamos nos reunido, mas a resposta está ali.

- Não é um dos nós que estamos aqui. Nada disso aconteceu há dez anos. – Aaron puxou o ar com força. – Pessoal, liguem para TODOS os envolvidos. Quem  NÃO está aqui? Ethan, Valentina, vejam se Natalhie e Barbara estão estáveis, vocês são os médicos dela. Faith estava com Lucas, não é? Onde está o Troy? Aileen?

Sua irmã, D. e o médico dela, ambos apareceram em seu sonho.

Kath e Trevor ainda não eram conhecidos por Aaron, por isso ele não chegou a pensar neles. Mas você o conhecia, não Peter?

- E vamos embora daqui. Coloquem “nevoa” ao lado de “luzes piscando”.

Aproximou-se de Valentina e beijou a testa dela antes de voltar para o carro.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 04 Ago 2015, 18:20

Ethan teve um gesto de proteção. Logico que alguma merda ia acontecer! Em que universo paralelo Ethan se preocupa com os outros?!

Mas ele realmente estava preocupado.

- Não sei o que mais tem para acontecer, mas temos que saber se o tal do Zachary também sonhou. Viemos atrás dele, lembra? E no nosso sonho, ele estava apagado, mas falava algumas coisas. Certeza que estava em seu próprio mundo. Precisamos encaixar as peças...


Fora a preocupação, ele estava muito puto com o que tinha acontecido dentro daquele quarto, com Julianne.

O que ela quis dizer com tudo aquilo?

E por que ele se perguntava isso se já sabia das respostas?

Ethan passou a mão pelo cabelo e deixou que todos se manifestassem.

O acidente não aconteceu, eles começaram a gritar e a sair do carro.

Ethan deixou Breanna e Louise para trás, não porque não se importasse – EU NÃO ME IMPORTO! CALA A BOOCAA – mas porque elas ficariam mais seguras daquela  formas.

Desde o instante que Edge falou que alguém morreria – e esse disco não virava!  - Ethan começou a pensar em Baby.

Zachary estava no banco do carona! E a tal da Diana estava dirigindo. Otimo, poderiam tirar as duvidas.

Mas...

Vickie explicou o que aconteceu e Aaron vinha com aquela teoria. Agora eles queriam/tinham que correr.

Precisa de mais?

Ethan sacou o celular e ligou para o hospital na mesma hora. E já caminhava para o dodge.


Vamos, motorista, precisamos salvar vidas.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 04 Ago 2015, 18:24

Louise abraçou-se ainda mais a Jeffrey, fechando os olhos apenas por conta do medo do que aquela nevoa faria com eles – não que estivesse com sono. Tanto que, logo que ouviu a cantada dos pneus parar, ela voltou a abrir os olhos para analisar a cena também.

Jeff pediu para que ela não fechasse os olhos, nem se rendesse ao sono.

Não era como se ela fosse desmaiar do nada ali...

Você não sabe o que pensa, queridinha. Tinha sido assim com os outros, não? Louise só não sabia disso. E entendia a preocupação dele, de toda forma. Ficou com os olhos bem abertos e ouvidos bem atentos a tudo o que acontecia.

Prometeu que não sairia dali e assim o fez.

O máximo que fez foi se aproximar do capô do carro para poder olhar para os outros, mas ela realmente estava mais atrás, esperando pelas decisões deles.


Nossa! Que puta confusão que acontecia!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 04 Ago 2015, 21:26

Não era só muita informação, como ação.

Tudo acontecia rápido demais e ela ainda estava se recuperando do susto do quase atropelamento.

Será que algum dia eles iam ter paz, ou um dia normal no campus resolvendo os problemas da faculdade que se relacionavam apenas aos estudos? Começou a duvidar disso, pareciam estar sendo testados a todo custo e a todo momento por forças sobre naturais. Mais pessoas iam aparecendo ali, e ela pode ouvir como Vickie estava preocupada e agoniada por causa de Lucas. Conhecia ele de vista apena e pela fofoqueira.

Ficou ao lado de Louise, também não queria ser alvo de nenhum carro desgovernado.

O pior é que segundo o que todos falavam, alguém ia morrer naquela dia.

Se tudo que Vickie falou quando saiu do carro era verdadeiro, então era bem provável que Lucas foi o alvo, ela parecia estar fazendo parte do filme Premonição, pois, quando se salva alguém da morte, ela precisa pegar uma alma de volta. O problema é que geralmente eram os inocentes que se davam mal em histórias assim, contudo, quem ali tinha culpa de alguma coisa? Ao menos não culpa com o que desencadeou todas aquelas desgraças e aquela energia destrutiva.

- É melhor voltarmos, já que estamos todos reunidos, vou mandar mensagem pra Aillen e pra Mia, Louise. Não vi mais elas... - Breanna tirou o celular da mochila e mandou uma sms pra cada uma delas, perguntando se elas estavam bem, não mencionando nada do que aconteceu ali.

Certamente ela iria com os outros de volta pra Universidade, mas, não tinha curiosidade de saber se alguém havia morrido mesmo. Deseja mesmo que nada ruim tivesse acontecido. Breanna sabia que os rapazes logo estariam na estrada de novo, e o maldito nevoeiro ainda incomodava. Ficaria em silêncio a viagem toda, de braços cruzados e com a mochila no colo. Olhando pra baixo, ou mesmo de olhos fechados.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Zachary Mateschitz em Ter 04 Ago 2015, 22:16

Qual é, Jason… Ter levado tantos chifres da Aileen deve ter te deixado meio maluco.

Primeiro porque a Veneno não estava nessa velocidade toda, e segundo porque…

Não era eu que estava dirigindo.

Mas é só um esclarecimento, pode continuar me xingando mentalmente.

Eu tinha me salvado… Simplesmente por evitar aquele dèjá vu?

Então havia certo controle.

Se pudéssemos antecipar as coisas…

A morte ficaria me saltando, e matando o próximo da fila. Era pior que o filme Premonição!

Zachary olhava para todos ali, e logo a conclusão era a mesma: Alguém morreria, já que ele havia ficado longe do volante.

Focou-se em Aaron, ouvindo suas instruções, mas logo a replicando – As coisas não devem ser tão simplistas assim… Não é porque não houve essa reunião antes, que todos aqui estão salvo. Era para ser um acidente de carro na rodovia, e Luke não estava dentro de um, ele foi atropelado! Ou seja, pode ser qualquer coisa! Nós não estamos seguros… - Manteve o olhar sobre Aaron.

- Tomem cuidado… E tentem pensar em todas as vertentes. Se eu consegui evitar, talvez todos nós podemos… Por mais impossível que possa ser, temos que permanecer um passo a frente… - Logo Zachary voltava a Veneno.

Como não havia como colocar mais ninguém no carro, novamente era só ele e Diana – Me dá o telefone da sua irmã… Por mais que pareça roteiro de filme ruim de terror, a morte me pulou assim que coloquei você ao volante… Então qualquer um pode estar em perigo.

Pedia pelo telefone de Lissandra porque não havia mais ninguém o qual ele se importasse ou tivesse o telefone.

Seus amigos, Aaron e Victorine (Talvez eu até possa chamar Edge de amigo. Ok, amigo não, colega)

Era sempre ele.

Agora, talvez, houvesse Diana.

Mas ser sozinho nem sempre era tão ruim. E isso ficou bem claro ao notar o desespero de todos ali.

Zachary Mateschitz

Nacionalidade : New York, EUA
Idade : 24
Cargo : Calouro
Humor : Incógnita
Mensagens : 375

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Ter 04 Ago 2015, 23:41

Zach, Zach.... eu não levo chifres... eu passo eles. Você deveria saber... ou saberá, quem sabe...? Só que o momento não é agora... nem o local.

O grupo parece um bando de baratas tontas. A verdade é: Nem eu e nem nenhum deles sabe exatamente o que fazer. Cada vez mais, pessoas envolvidas começam a chegar na cena e tudo o que o destino teria de fazer seria jogar um caminhão tanque em alta velocidade aqui e matar todos de uma vez por todas. Já dizia o poeta: "Nunca coloque todos os ovos no mesmo cesto".

Por fim, o real motivo de eu estar aqui sequer começou a ser investigado: a morte de Pandora. Porque ela não morreu num maldito acidente de carro. Ela foi assassinada por alguém de carne e osso... e por mais que eu deseje que todos aqui sobrevivam, deixar a morte de Pan num terceiro plano é algo que me irrita bastante.

Jeff dá uma olhada para que eu e mais alguém não deixemos Louise e as meninas saírem dali e o meu pensamento é "E eu agora virei babá das garotas?" Mas este é apenas o meu pensamento... porque eu prometi ser o mais colaborativo possível em troca de pistas e de ajuda pra achar o assassino de Pandora... e eu sempre cumpro as minhas promessas. Só espero que isso não faça com que Jeff ache que pode dar ordens em mim... mas eu vou quebrar esse galho pelo grupo.

Eu vejo que as pessoas estão ligando para os envolvidos... sejam Ômegas ou ZBZs... e tem uma pessoa que ninguém pensou em ligar, mas eu vou ligar... vou ligar porque gosto dessa pessoa e a julguei mal da primeira vez. O nome dela é Olivia... uma enfermeira gostosa pacas e que mostrou ter um grande coração... talvez por isso o tamanho daquele melões maduros.

Jason: Eu vou ligar pra Liv...

Sim, Louise... eu chamo ela de Liv... do mesmo jeito que desde o primeiro dia te chamo de Ruiva, desde o primeiro dia chamo Jeffrey de Jeff, Edward de Edge, Zachary de Zach, Aileen de Leen e Nathalie de Nate... só não chamo a Mia por um diminutivo porque seria beirar ao ridículo. Lissandra é um nome feio pra cacete... parece nome de tia velha com verruga no nariz... Lis dá pra fingir que é Elisa, ou Elisabeth... mas obrigado pela sua observação... RUIVA.

FOQUE-SE TRAILLBLAZER! OLIVIA!

Jason discava para Olivia para saber onde e como ela estava...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Convidado em Qua 05 Ago 2015, 03:04

Val entendeu. Claro, as presidentes sempre foram qualquer coisa, menos burras.

Uma série de outras coisas, mas nunca burras.

- Sua irmã tem razão, não existe porque ficarmos aqui. - Claro que Edge, o fantástico motorista de um braço só não iria a lugar algum dirigindo. Apenas aguardava que Jeff e Louise entendessem que não havia mais nada para ser feito ali. Não foram resgatados? Excelente, então podemos ir em frente.

Ou andar em circulos?

Ouvia as conclusões de Aaron - Não vou descutir com ninguem que queira ir embora. - Era a maneira dele dizer que concordava, ouvia ainda as conclusões de Zach e balançava a cabeça negativamente.

Seu raciocinio que esta sendo simplista, até otimista na verdade.

- "Evitar"? Adiar talvez, passar adiante. Alguma coisa substituiu isso, ou ainda vai substituir. Não temos como saber se precisa ser exatamente igual...Mas não acho que seria tão simples. Quebramos as regras, eles quebram. Como você disse...Pode ser qualquer coisa.

Porque nenhum de nós evitar um acidente seria facil...Mas nada era facil ali, então as forças que sempre agiam naquela faculdade dariam um jeito. Se não fosse possível gerar um acidente de carro, alguma outra coisa aconteceria. Qualquer coisa.

E conhecendo Dux, qualquer coisa mesmo.

- Ligar para os outros vai nos informar mas não resolver, todos que conhecemos estão basicamente na mesma direção. Acho que é hora de ir, principalmente porque Victorine nos deu uma boa razão, ao menos boa o bastante para mim.

Afinal é um Omega.

E Edge acredita no que ela ouviu, acredita nas pessoas. Em todo mundo.

Então...Temos um aluno em perigo. Vamos?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Duxhill University em Qua 05 Ago 2015, 08:57

(Ok pessoas, como todos vão voltar pra casa, eu vou adiantar um pouco as coisas aqui, dizendo tudo que ocorre, e situando vocês de volta)
Após tirarem algumas conclusões, todos decidem voltar, parecem mais calmos, embora muito confusos e cheios de perguntas. Ainda tem em mente que não falaram com Malfoy, ou engaram ele, como queiram. E ainda ninguém relacionou a pista na Pedra. O sobrenome de uma pessoa conhecida na Universidade.
Zachary também tenta falar com Lyssa, mas o celular da caixa.
Assim como o celular de Liv também, Jason. Se ligar no hospital, ela esta de folga, lembra?
Fato é que o bip de Valentina apita sem parar, tem uma vitima de atropelamento exigindo cuidados imediatos, tem uma vitima de desmoronamento que teve as pernas praticamente esmagadas. 
E quando Ethan liga e pergunta de Barbara e Natalhie, finalmente o que parece ser uma boa noticia.
"Natalhie Archibald, acordou".
Dr Marlakey e Dra Zelyaeva, estão sendo solicitados com urgencia ao hospital.

Portanto todos rumam de volta, ao passo que Luke, Sean e Lyssa são levados ao hospital, sim a mulher consegue pedir ajuda. E parece que ao menos ninguém morreu. Não ainda.

Dr Marlakey fica com o caso de Luke, que entra em cirurgia imediata.

Dra Zelyaeva fica com o caso do Oficial Memphys, o qual também passa por cirurgia.

Enquanto isto todos estão na sala de espera. Todos que estavam ali. Natalhie ainda não pode receber visitas, está passando por exames para saber se ficou alguma sequela.

Vocês podem discutir suas ideias.

Jeff ficou de pegar cafe para todos junto com Jason, eles poderiam discutir algo ao caminho..

Valentina esta em operação.

Diana esta na sala de espera, apenas ouvindo o grupo.

(Pessoas, estou enrolada com trampos e não posso turnar no momento, mas vocês podem interagir a vontade no hospital. Todos. TODOS. estão na sala de espera).

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill University
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 162
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2366

http://theotherside.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Highway to Hell

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum