Procurando um certo...Troy....

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: Procurando um certo...Troy....

Mensagem  Megan Blackburn em Sex 14 Set 2018, 18:48

Em primeiro lugar é bom lembrar que pelo menos a companhia de volta e de carona naquele quarto ou quinto dia insano em Duxhill estava sendo boa. Não podia negar que um pouco do peso saiu dos ombros. Não precisava desafiar ou querer espancar Hvi, como queria fazer com Chris a quase todo momento. Era leve, e só.

Em segundo lugar, ela sentiu que algo dentro da bolsa remexeu minutos atrás, deveria ser uma mensagem e como estava desesperada atrás da irmã, talvez fosse a mesma lhe respondendo que ela estava no Starbucks por seu amor ao café, e que bateu o carro, mas tudo ia bem. Ou alguém lhe informando que tinham achado um corpo e ela precisava reconhecer.

Abriu a maldita bolsa, e desviou os olhos do nórdico por alguns minutos.

Era uma mensagem de Chris, falando sobre Isabella.

"Ela está bem...Houve um incidente envolvendo Cassandra na verdade, mas ela também já está melhor. Apenas um susto. Estou na frente da ZBZ na verdade."

- Graças a todos os deuses existentes na face da Terra! – Ela exibiu um sorriso lindo, lendo aquela mensagem. A sombra parecia se dissipar nos olhos dela. Respondeu prontamente – agora sim, não a culpe – e então guardou o celular de novo, qualquer coisa leria alguma outra mensagem.

“Muito obrigada, ela ainda não me respondeu, não demoro a chegar, temos novidades, até mais, beijo!”

- Entre mortos e feridos, todos salvos! – Tornou a te olhar, Hvi e como estava feliz, agora sim era Megan normal e cheia de alegria, bem pelo menos ela vinha tentando estar assim, mas nos últimos dia a coisa era mais difícil do que parecia ser uma vida na faculdade.

- Ela está bem, ocorreu um incidente na ZBZ pra variar, mas todos estão bem pelo jeito. – Até porque incidentes ultimamente envolvendo a ZBZ estavam ficando bem comuns, e segundo a Biblia Rosa, até mesmo o fato dela estar dentro do carro do Presidente da KGT era um motivo para ir para o inferno. Então vamos de tobogã.

Ouviu ele mencionar a irmã, em como era super protetor e do sotaque dela, com o problema com o “r”, sim por menos acentuado que fosse seu sotaque, por ter convivido menos junto da família e viajado mais do que o correto para alguém tão jovem, ela perdeu um pouco disso.
Bem, no caso dela a super protetora era ela mesma, porque coitados dos caras que ficaram com Izzy, e a deixaram, não foram muitos – que ela tomou conhecimento – mas, a vida dos pobres ser humanos foi um pequeno inferno, porque ninguém podia machucar sua irmã mais velha, deve ser por isso que nunca procurou discutir com Izzy. Tinham suas diferenças, mas jamais indiferenças.

- Hahhahahahha! – Ah, Hvi você a fez rir com a tentativa de imitação da fala da personagem, ela chegou a curvar de leve o tronco para frente. – Me desculpa, é que... – Ela ainda sorriu mais, e por fim acabava se recompondo. Izzy estava bem. Então ela também ia ficar bem, mesmo sabendo que o espirito dos pais estava atrás da Doutora naquela linda no Hospital. E o pior, ela sequer cogitou perguntar, era bem provável que mais tarde viesse a se arrepender disso. Mas, nem pensaria demais sobre.

Um dia depois do outro, Okay.

- Eu tinha esquecido como é bom rir de coisas comuns, ou falar sobre coisas comuns nestes últimos dias. Só isso... – Esperou você terminar de falar tudo aquilo, sobre a “ralé KGT”, o qual ela não concordaria com o termo, afinal ela não gostava dessa maldita rivalidade entre as Casas.

Ponto para Grifinória! Ou será que alguém do naipe de Hvi era mais Corvinal, talvez até um Sonserina, bem, não saberia definir, vocês estavam conversando há poucos minutos, mesmo. Ela não chegava a ser nerd, era mais geek que adorava ficar vendo desenhos, seriados e filmes. Arriscou ler HQ’s, mas nem em pesadelos poderiam desconfiar disso, porque o que iriam dizer se ela não tivesse revistas de moda e saúde e beleza no quarto?

Ao que parecia duas coisas aconteceram, e ela se perdeu ou ele se perdeu.

Megan contou que saiu ontem a noite com um rapaz. Ele sequer ligou e convidou-a para jantar.

Tá, séria só sair para comer em algum lugar legal com alguém aparentemente legal, ou ele queria adicionar ela no seu Hall de ZBZ’s, porque ela ouviu-o dizer que tinha amigos e e amigas nas duas Casas. Porque não ser alguma ex? Se fosse Claire? Megan se jogaria do segundo andar, sério.

- Caramba, encontrei alguém que fala mais do que eu... – E não soou como uma ofensa, ou mesmo nada irônico. Foi sereno.

- Não gosto da diferenciação entre as Casas, é como por uma hierarquia, é uma pena que Duxhill ainda em pleno século 21 se proponha a fazer isso com as pessoas... – Tá, ela ficava um pouco séria agora. Aquele assunto era mesmo necessário, já bastou a escola em que os adolescentes eram classificados de um modo doentio e ela levou algumas suspensões por ter defendido um ou outro colega dos babacas, vulgo populares, porque pareciam adoram mexer com os bolsistas.

- Prefiro conhecer as pessoas por elas mesmas, já quebrei a cara uma vez pensando que conhecia alguém pelo que os outros diziam, e isso não foi um episódio legal. Se eu tiver que ser machucada ou me tornar melhor por estar com alguém em qualquer tipo de relação, vai ser porque escolhi estar. – Então, estava claro que ela não ia te julgar pelas palavras dos outros, Hvi. E levou a mão direita no cabelo deixando aquelas mechas teimosas atrás das orelhas.

- Claire é durona, ela é das regras mais rígidas da ZBZ, uma pena ninguém conseguir mudar um pouco, porque é como se precisássemos ser padronizados. Odeio padrões. – Ela parou de falar um pouco, o sinal voltava a ficar verde, e eles retornavam a ir na direção da Casa Pink.
Agora sobre o convite, era cedo demais, nórdico.

Você foi extremamente direto, e ela não estava acostumada com isso.

- Agora quanto ao seu convite... Eu até posso pensar em aceitar, se não envolver fortes emoções e pudermos falar sobre filmes e desenhos e nada que incomode a Paz Mundial. Mas, antes de dar uma resposta eu preciso mesmo conversar com algumas pessoas. Você teria paciência de esperar até as sete horas por um sim ou um não? – Afundou no banco, com um sorrisinho que pelo amor de todos os demônios, era lindo e ao mesmo tempo não tinha maldade. Foi sincera, acima de tudo. Tinha pingos nos “is” para colocar em dia até o fim daquela tarde.

- Ah, precisa jurar solenemente não fazer nada de bom... Epa, juramento errado... – E riu, porque segundo o mapa do maroto era preciso fazer um juramento assim para encontrar quem você queria dentro do perímetro de Hogwarts.

- Brincadeira, eu só preciso chegar antes da meia noite, porque amanhã não quero estar cansada para as aulas, e como sou a irmã com menos massa cinzenta preciso estudar mais que a Izzy. – Viu, ela era monstruosamente sincera. De certa forma deixou claro que não ia pra cama com você. Não hoje, nem talvez na próxima, ela precisava confiar.

E por incrível que pareça ela confiava em Chris, mesmo com todo aquele nível de implicância.

- E é bem provável que se você for ler a Gossip, tenha lá suas suposições, eu só posso dizer em minha defesa, que tudo que está lá teve seus motivos, porque, as vezes, é preciso sujar um pouco as mãos para ajudar os outros. - Baixou os olhos, voltando-os para o vidro da janela. Não mentiu, de novo, nem mentiria, nem para Chris quando chegasse e fosse conversar com ele.

A vida era incrível, em um momento você entra na droga da faculdade que não queria fazer só pra ficar perto da irmã, conhece gente legal, gente ruim, começa se apaixonar, vem um furacão de acontecimento em poucos dias, pessoas se machucam, pessoas são machucadas. Era uma coleção de histórias cruzadas, das mais diversas.

Não desejava saber o fim, queria apenas que o meio daquilo, a continuidade até o fim certo, não precisasse deixar tantos arranhões e machucados, pra ninguém.
avatar
Megan Blackburn

Nacionalidade : Londos, UK
Idade : 18
Cargo : Caloura
Humor : Hiperativa -Ahloka.
Mensagens : 170

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procurando um certo...Troy....

Mensagem  Hvitserk Freyr em Sex 14 Set 2018, 19:46

Não se incomodou de te ver mexendo no celular.

Pelo contrário, ficou bem aliviado quando você dizia que tudo estava bem.

- Não disse? Que bom que era só preocupação a toa, Megan... Fico feliz... - E ele realmente parecia feliz por você.

Contagiado pelo seu sorriso, por assim dizer.

Então você citava o incidente na ZBZ.

E a expressão de Hvi fechava-se um pouco - Omegas e ZBZ parecem atrair esses... Incidentes. Durante meu tempo em Duxhill vi muitas coisas estranhas acontecerem nessas coisas e com seus integrantes. Por isso não acho nem um pouco demérito ser um KTG, por mais que a universidade me coloque em segundo plano...

Mas logo Megan estava rindo da imitação tosca dele.

E isso o fazia sorrir mais largamente.

Aparentemente, seu riso era viciante, Megan.

E ele gostava de ouvi-lo.

- O quê? Eu poderia até ser dublador... Eu sei que minha imitação foi ótima... - Ele justificava-se, e logo colocava-se a rir com ela - Passar tanto tempo sem rir assim é sobreviver apenas, Megan... Pense nisso.

Afinal, a vida é completa sem riso? Sem diversão?

Óbvio que não.

Uma vida sem alegrias não é uma vida, simples assim. Ao menos na visão do louro.

E... Acho que Hvi encaixaria-se muito bem na Sonserina ou na Corvinal.

Talvez o Chapéu Seletor ficasse em dúvida novamente.

Mas não vem ao caso, vem?

E, sim, ele não ligava de você ter saído com alguém.

Afinal você saiu, não estava namorando, tão pouco comprometida.

Por isso ele foi direto.

Na ótica dele, uma garota como você não ficaria sem alguns caras atrás, procurando sua atenção.

Por isso... Precisava ser marcante.

E você falar de Chris só ratificava isso a Hvi.

- Eles diferenciam as casas desde o nascimento da universidade, e como você deve saber, são bem... Presos as tradições. De qualquer modo, a KTG sempre teve uma visão um tanto marginalizada... E com motivos. Eles sempre envolviam-se em escândalos com bebidas, mulheres, drogas ou qualquer maluquice. Eu mudei isso... E aos poucos estamos ganhando respeito da universidade e do conselho. Claro que ainda lidamos com o preconceito... É impossível não lidar com ele. Mas... Estou feliz com o trabalho que estou realizando lá. Se eu fosse Omega, as coisas seriam mais fáceis... E eu odeio coisas fáceis, sabe? - Ele se justificava.

E o que ele te contava, caso você resolvesse pesquisar depois, Megan, era a mais pura verdade.

Hvi, aos poucos, vinha mudando a visão que as pessoas tinham da KTG.

Tanto ele, quanto Valerie, eram tidos como alunos que caíram nas casas erradas. Pois ambos vinham melhorando, e muito, a imagem de suas casas.

- Fico feliz por você pensar assim... Todos merecem o benefício da dúvida. Aposto que, se eu tivesse lido a Gossip, e fosse desses caras que leva como verdade tudo que surge lá, você não gostaria muito. Por isso fico feliz pelo voto de confiança... - Ele se justificava com um meio sorriso.

Porque, convenhamos, a maioria das ZBZ até conversariam com ele.

Namorariam com ele.

Mas... Tudo as escondidas, afinal... Ele é um KTG, certo?

Já você parecia não se importar.

Se isso era bom ou não, vai saber.

- Como disse... Você deveria conhecer melhor Claire. Ela é adepta ao ditado "Faça o que eu falo, não faça o que eu faço". Você acaba sendo alvo de pressão demais desnecessariamente... Entende? - Ele mantinha a atenção a estrada e já estavam próximos de Duxhill.

Logo o Jaguar parava na fila que sempre se formava para adentrar no campus.

O que o fazia voltar-se para você novamente, Megan.

E ele sorria quando você pedia tempo para aceitar ou não o convite.

- Eu entendo... Você conheceu um cara legal e quer dar uma chance a ele, não precisa ser um gênio para deduzir. Queria ter te conhecido antes... - Ele justificava-se e suspirava, com um ar levemente desapontado.

Mas ainda mantinha os olhos fixos aos seus.

- E claro que eu terei toda paciência, Megan... Como disse, adoraria sair com você. Claro que eu espero - Ele justificava-se, ainda te olhando fixamente.

De um modo tão intenso que talvez a deixasse sem graça.

Mas ele não fazia questão alguma de desviar o olhar ou amenizar.

Ele era direto.

Simples assim.

Logo ele ria quando você citava o juramento do Mapa do Maroto.

- Não tem problema, será só um jantar com uma vista linda e assuntos relacionados a amada cultura pop... Caso você aceite, claro. Não quero te trazer problemas. Você está precisando rir mais, não esquentar a cabeça, lembra? - Ele dizia ainda com o mesmo sorriso.

Ainda rindo levemente.

Então ele soltava o próprio cinto.

O Jaguar apitava, com um bipe longo e seguido.

E inclinava-se na sua direção.

Sem dizer nada ele aproximava o rosto do seu e selava seus lábios.

Tentando roubar um beijo seu.

Caso você permitisse, ele até sugaria suavemente seu lábio inferior.

Ou se você recuasse, seria apenas um selar rápido de lábios.

Ele então sussurrava.

- Eu juro solenemente não fazer nada de bom... - Ele dizia com um sorriso nos lábios, recuando vagarosamente - Só para... Te ajudar a pensar no nosso encontro.

Então ele recuaria ao banco, já que alguém buzinava para que eles se movessem.

Finalmente o Jaguar avançava pelo campus, em direção a ZBZ.

Pra cá
avatar
Hvitserk Freyr

Nacionalidade : Stockholm, SW
Idade : 25
Cargo : Presidente
Humor : Amigável
Mensagens : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procurando um certo...Troy....

Mensagem  Megan Blackburn em Sex 14 Set 2018, 21:35

Sabe Hvi, ela ficou levemente intrigada quando você falou sobre ver incidentes estranhos com Ômegas e ZBZ’s, como se eles fossem um imã para isso. Na verdade algumas das coisas que ela leu superficialmente sobre a Faculdade envolvia mesmo as duas Casas principais e não as duas, que dentre delas, ele pertencia a uma.

Realmente ela ficou interessada em saber o quão estranhas eram as coisas que você conhecia.

- E apenas sobreviver, é covardia, penso eu. – Foi a resposta curta dela a sua frase sobre a vida Hvi. Mal conseguiu divertir-se ali, desde que chegou, isso era bem verdade, porque de um lado era a Gossip, de outro, a fila do beijo que gerou as primeiras más impressões sobre ela, em seguida o acidente com o carro onde ela quase morreu se não fosse a ajuda de Pietro, depois o Hospital, em seguida, o achado do corpo de Cassandra e a droga, literalmente, a festa com Hope, foi talvez o único momento bom daqueles dias.

Respirou fundo, depois de parar de rir, ela precisava centrar seus pensamentos.

- Bem, tudo que vem fácil, vai fácil... Isso é uma das grandes verdades do Mundo, e geralmente se aprende do pior jeito, perdendo oportunidades. – Tá, ela foi bem direta, e a propensão era sim aceitar o convite, mas não antes conversar com Chris, e achar Izzy, porque por mais que o rapaz tivesse falado que ela estava bem, queria ter certeza, ver, erguer até a sobrancelha dela para ver se continuava perfeita e inteira.

Mantinha o sorriso, mais ameno, mas nem por isso menos encantador, era como uma criança lhe ouvindo falar, ou ouvindo alguém mais velho comentar sobre a vida.

Querer manter ordem em meio ao Caos era algo difícil, ela bem sabia disso, e nos últimos dias foi bem comprovado tal teoria.

La não se importava por um fato, você foi gentil quando e justo. Simples assim, porque lhe julgaria por ser assim, era uma carona, algo tolo, e que seria sim visto com maus olhos ais tarde por outras pessoas. Mas, poucas estavam sendo as opiniões que lhe importavam naqueles dias, a da Izzy era uma, Cassandra desaprovaria, era bem provável, mesmo que de certa forma ela não pudesse “cantar pedras certas” pelo seu misterioso amor que a levou a fazer aquilo tudo, Lionel e Pietro tinham se tornado amigos sim, porque não mencionar eles? E por fim, Chris. O homem que ela não sabia se desejava matar esfolando-o vivo ou apenas deixar que os dias se seguissem de forma preguiçosa – se é que isso ocorria em Dux – chegando tarde na ZBZ, descendo de algum carro com uma jaqueta diferente.

Realmente, a vida era feita de escolhas.

- O que te impede de me conhecer agora, senhor Freyr? – Falou fingindo ficar séria, e cruzando os braços na altura do peito, simulava estar aborrecida, se é que isso era possível para alguém tão pequena e de trejeitos mesclados entre menina e mulher?

Pegou a bolsa, abriu e tirou uma agenda pequena, anotou números e guardou tudo menos a folha que arrancou da agenda, deixando no colo.
Notou que ela usou o seu sobrenome, e isso soava engraçado de novo?

Sim, óbvio que ela ficou sem graça depois de você dizer que teria paciência, e esperaria. E falou isso com aquele maldito olhar sob ela, que parecia lhe despir. Mas, não a roupa. Parecia lhe desarmar, só isso.

- Então é bem provável que em menos de meia de hora eu esteja arrumada para lhe ver hoje. Mas, não vou usar tênis, e shorts jeans, não se preocupa, se a Gossip nos clicar pelo menos quero estar apresentável. – E teve de rir, porque era bem claro que isso poderia acontecer. E isso ia acontecer.

Estranhou ele ter tirado o cinto antes de pararem na frente da ZBZ, estavam na fila ainda.

Okay, um anjo no ombro direito falava: abre a porra da porta do carro e sai correndo porque ele é um demônio e vai te tentar.

E no ombro esquerdo um demônio falava: senta e espera pra ver.

Mas, sabe o que houve mais? Antes do beijo roubado, não teve como não olhar dentro dos olhos dele daquele modo. Não tinha como estar mais próxima – a não ser que sentasse em outro colo, mas isso não, baby – e Megan antes de dar conta do que estava acontecendo, não correspondeu ao beijo, mas sim, as bocas se tocaram. De leve. Inocente? Ah, não dava para saber agora.

Parabéns, você provavelmente foi a pessoa que mais a deixou corada desde que chegou ali, Hvi. Virou o rosto para o lado em seguida, olhando-o surpresa, sem reação, mas você não ganhou um tapa, não.


Indo pra cá.
avatar
Megan Blackburn

Nacionalidade : Londos, UK
Idade : 18
Cargo : Caloura
Humor : Hiperativa -Ahloka.
Mensagens : 170

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procurando um certo...Troy....

Mensagem  Lionel Kurt em Ter 18 Set 2018, 06:23

Ora, vejam só, Lionel não morreu de susto como todos estavam pensando. Embora o fato de ele ter visto alguém ressuscitar em sua frente o deixou bem nervoso.

Assim que o rapaz gritou para Pietro ouviu ele subir, mas tinha mais alguém com ele. Lionel, que estava sentado no chão, foi se arrastando até encostar as costas em uma das paredes, enquanto tateava o chão em busca do celular.

Hope correu para a cama abraçar o garoto. Deus me livre! Vai que ele resolve arrancar um pedaço seu a dentadas e te infecta com um vírus zumbi! Mas nada disso aconteceu, os dois apenas se abraçaram e conversaram como se conhecessem a muito tempo.

Lionel franziu a testa encarando a situação a medida que Pietro entrava com Megan. Os olhos foram rapidamente aos dois e logo voltaram ao Troy. A boca abriu, mas não haviam palavras em todo o dicionário para descrever o que o rapaz estava sentindo.

E todos ali, conversando de boa! Vamos Hope, conte pra eles como Troy ressuscitou depois que a janela estourou, conte sobre a meleca preta, conte alguma coisa que faça com que nós não pareçamos dois lunáticos que invadiram a casa de alguém!

Mas não, ela não falava nada. Logo entrava outro rapaz que parecia que conhecia todo mundo menos Lionel, afinal apenas o encarou. Lionel estava com um olhar assustado, nem conseguiu dar sua olhada de indiferença para o homem grande e bonito.

E então aquele furdunço. Megan recebeu uma visão do além da irmã e ficou desesperada. Meu Deus! Nem sabia que ela era vidente! Tudo nesse lugar estava assustando o rapaz. Megan saia correndo, Hope seguia, depois Pietro e ai o grandão de barba. Todos saiam e falavam no corredor, mas Lionel... Ele apenas encarava a cama com o rapaz sem camisa. Os braços estavam caídos ao longo do corpo e em uma das mãos o celular. A boca entreaberta tentando entender o que diabos estava acontecendo.

Então ficavam sozinho... Lionel e Troy.

O rapaz olhou para os lados e só então percebeu que havia ficado sozinho com o rapaz. Tomou folego e ergueu o dedo indicador para falar algo, mas se arrependeu na hora e recolheu a mão para junto do corpo. Estava perdido.

Na verdade queria sair correndo dali, trancar-se em seu quarto e nunca mais sair, mas mal conseguia falar, imagine correr. Troy o encarava, até sorria de certo modo.

Lionel fechou os olhos por um ou dois segundos. Precisava falar algo. Suspirou e, abrindo os olhos, começou a falar.

-Mas... o que está... você... – Passou a mão na testa, tentando se recuperar. – Que vodca era essa? Eu cheguei e você estava morto ai na cama! E eu ia te chamar pra almoçar, mas você não via o celular... Ai meu celular começou a ficar louco e Hope me disse que era pra eu vir pra cá... E você tava ai, morto... Ai sua janela quebrou. E não pense que fui eu porque não foi! Mas e ai você acordou e.... Tava tudo bem? Só vodca? Nada disso! Tenho certeza do que vi! Mas ai todo mundo entrou e aqui estava parecendo aqueles encontros de família onde eu sou o primo que ninguém conhece... Ai o Pietro... Você olhou pro Pietro porque ele é bonito... Mas ai o barbudo apareceu. E falaram do tal Dimi alguma coisa... Que a essas horas eu acho que deve morar com você... E eu te chamei pra almoçar porque... Nem sei... Nem te conheço... Eu acho que eu... Eu vou embora... E... Eu...  – Lionel gesticulava muito enquanto falava. Estava muito nervoso. Mas de repente parou. Levou as mãos aos olhos baixando a cabeça e suspirou. – Acho que eu preciso ir embora.

Mas não se moveu, apenas ficou apoiando o rosto nas mãos, pensando que diabos estava fazendo da sua vida.
avatar
Lionel Kurt

Nacionalidade : Wellington, New Zealand
Idade : 19
Cargo : Calouro (?)
Humor : Indiferente
Mensagens : 97

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procurando um certo...Troy....

Mensagem  Christofer Mackenzye em Ter 18 Set 2018, 06:31

SMS

"Kurt, Megan quer saber se você esta bem".
avatar
Christofer Mackenzye

Nacionalidade : Inglaterra
Idade : 23
Cargo : Novato
Humor : Indiferente
Mensagens : 226

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procurando um certo...Troy....

Mensagem  Duxhill University em Ter 18 Set 2018, 22:34

Troy apenas olhava para as pessoas, indo, vindo, falando, concluindo, ele mantinha aquele sorriso ao rosto, e ao final olhava para Hvi, que saia para dar carona a Megan.
 
- Hope tudo bem aí?....
 
Troy gritava, mas ele nem tinha resposta, logo ele encolheu os ombros e voltou os olhos a Lionel.
 
- Bom...Se ela está com o gostosão lá, nem tem porque eu me preocupar, certo? Hope sempre pega os melhores....
 
Ele ria de leve, descontraído, como se nada tivesse acontecido Lionel, ele estava a vontade com tudo, e obviamente conhecia Hope e Hvi muito bem.
 
- Estes dois vivem brigando...
 
Ele falava de Hvi e Hope, também bem descontraído.
 
E então Lionel começou a falar daquele jeito, que ele estava morto, que ia chama-lo para almoçar, falava do celular, de Hope, e o rapaz fazia uma cara de desdém enorme, como se realmente nada do que Lione dissesse tinha sentido.
 
- De fato, o segundo cara mais bonito que já vi em minha vida....- o sorriso de Troy se ampliou, ficando arteiro.
 
- O primeiro é você....
 
E era tanta informação, ele tentava responder a tudo.
 
- Dimmy mora com o “Aivi”, eu prefiro morar sozinho....mas estamos sempre juntos, a Hops de vez em quando, ela era mais frequente, mas a Hops é a Hops, ela é uma força da natureza, a gente desiste de entender ou esperar que ela esteja conosco sempre....
 
Logo Troy se aproximava e tocava o ombro de Lionel, assim que ele abaixava a cabeça.
 
- Hey cara, você tá bem? Quer um copo de agua, comer alguma coisa? Não sei....
 
Lionel, Troy agia de modo completamente natural, o paranoico ali realmente parecia você.
 
- Em relação ao almoço, eu adoraria, mas não posso hoje tenho compromisso, não que seja mais importante que você, mas eu prometo que não faltaria....

 
Ele afastou a mão do ombro de Lionel.
 
- Você tá muito tenso...

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill University
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 162
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2337

http://theotherside.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procurando um certo...Troy....

Mensagem  Lionel Kurt em Qua 19 Set 2018, 18:21

O rapaz ouvia as palavras de Troy ainda com as mãos no rosto, mas levantou levemente o olhar quando ouviu ele falar sobre ele ser mais bonito que Pietro. Ah, fala serio Troy, qualquer um sabe que Lionel não chega aos pés da beleza do Pietro, então ou você tinha um serio problema de vista ou era bem mentiroso.

Mas boce conseguiu fazer Lionel corar, o que já era alguma coisa. Assim qu3 sentiu o toque no ombro levantou a cabeça. O olhar foi ate a mão do rapaz em seu ombro e depois aos seus olhos claros que estavam bem perto. Ele engoliu em seco enquanto Troy falava.

-Eu... eu não sabia que você conhecia Hope desse jeito.- Então o rapaz falava sobre o copo de agua. - Eu quero... eu... – Difícil falar com o rapaz tão próximo. - Eu não quero nada.

Os olhos iam a boca do rapaz enquanto ele falava. Cada movimento labial era precisamente observado por Lionel e quase que ele esquece de responder Troy.


- Ah, o almoço... Eu tenho muito tempo livre... quero dizer... – Troy conseguia dobrar Lionel de um jeito que se ele pedisse um carro novo agora Lionel daria.

Então o rapaz se afastava dizendo que ele estava muito tenso. Lionel olhou para o chão, evitando o rapaz.

- Eu... eu só... Eu preciso ir embora. – E saiu do quarto as pressas, sem nem ao menos deixar o garoto se despedir.

Desceu as escadas e logo saia em direção ao conversível prata. Entrou e sentou. Bateu com a cabeça no volant3 do carro.

-Eu sou um idiota!- disse a si mesmo.

Ficaria mais alguns minutos parado, pensando no quão idiota era e depois arrancaria. Provavelmente voltaria só a noite para a Omega.
avatar
Lionel Kurt

Nacionalidade : Wellington, New Zealand
Idade : 19
Cargo : Calouro (?)
Humor : Indiferente
Mensagens : 97

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procurando um certo...Troy....

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum